Notícias de 23 de agosto de 2013 - Ano XX

Educação Infantil

À Turma do Camaleão

A professora Luiza Colombo prestou concurso para a Rede Municipal de Ensino Público. Tendo passado na primeira etapa, foi convocada para 15 dias de participação obrigatória no Curso de Formação Básica para o cumprimento da segunda etapa do concurso que se realizou de 12 a 23/08.
Não sabemos se será chamada para assumir o cargo ainda este ano. Considerando seu vínculo de carinho e confiança com as crianças, optamos por aguardar a definição do concurso para nos posicionarmos.
Durante o período de ausência da professora, as crianças foram atendidas pelas auxiliares de turma e de turno, profissionais habilitadas para a função.

Teia

Utilizando diferentes níveis de movimento e apoios corporais, as crianças se deslocaram em pequenos grupos, numa teia de barbantes ampliando suas formas de locomoção.
A atividade contou com a participação animada de todos e exigiu muita concentração.

De Noite....

A Turma do Jabuti está investigando as diferenças entre o dia e a noite. As conversas que tivemos giraram em torno do que acontece depois que o sol se põe. Vejam algumas respostas às perguntas:
O que acontece quando a noite chega?
"Fica escuro" (Miguel).
"Fica escuro e eu durmo" (Hugo).
O que vocês costumam fazer antes de dormir?
"Antes de dormir tem que escovar os dentes" (José).
"Eu tomo a minha mamadeira" (Ana).
"A mamãe fica na cama comigo, ela esconde a minha chupeta pra eu procurar" (Luisa R.)
Foi interessante observar o quanto nossos pequenos participaram do bate papo expressando ideias e contando sobre suas vivências. Também pintaram utilizando cores que podem representar o céu de dia e de noite.

Pintinhos na Arca

As crianças da Turma do Pintinho ficaram encantadas com a história "A Arca de Noé", contada pelo Jean na aula de Música. Depois foi a hora de cada uma se transformar em um animal e embarcar nessa viagem, ao lado do personagem Noé.
O que mais será que vai acontecer nessa aventura?!

Quantas Transfomações!

Depois de desvendar o mistério e perceber como a professora se transformou ao longo do tempo, chegou a hora das crianças! Elas trouxeram fotografias que marcavam seu crescimento e, numa gostosa conversa, foram percebendo as mudanças pelas quais passaram, tanto em suas características físicas quanto nas habilidades que foram adquirindo. Nossos pequenos ficaram mais altos, ganharam dentes, o cabelo mudou de cor e tamanho, o pé cresceu, aprenderam a sentar, a andar, a correr, a comer sozinhos, a nadar e até a andar de bicicleta!

Mistério Desvendado

Foi uma grande surpresa quando as crianças da Turma do Ovo descobriram quem era o bebê da fotografia que levamos para ser apreciada na roda. Era a professora Raquel!
Alguns comentários foram registrados e nos ajudaram a conduzir conversas sobre o desenvolvimento das crianças.
Pedimos aos pais que enviem, na próxima segunda-feira, fotografias que registrem momentos marcantes do crescimento de seu filho(a).
"Você virou adulta!" (Nina V.)
"Você foi pequetitinha, média e agora é grande." (Bernardo)
"Quando você era bebê era branquinha e agora é morena." (Beatriz)
"Eu mudei o cabelo." (Felipe)
"Um bebê chora." (Julia)
"Um bebê come papinha." (Cecília)

Do Barro à Casa

"O barro pode se transformar em casa!"
A Turma do Camaleão fez essa observação depois de assistir a um vídeo que apresentava a construção de uma casa de pau-a-pique. As crianças experimentaram a técnica amassando o barro com os pés e produzindo a maquete de uma parede utilizando argila e palitos de churrasco. Curiosa sobre o assunto, a turma participou de uma gostosa entrevista com Caio, Luisa M., Matias e a professora Aline, que foram da Turma da Casa no ano passado. Eles nos falaram sobre diversos tipos de casas que haviam pesquisado, entre elas as de tecido, madeira e gelo. Quantas coisas aprendemos com eles!
Na próxima sexta-feira iremos ao Museu Casa do Pontal para apreciar a exposição permanente do Mestre Vitalino. Evitem atrasos, pois sairemos pontualmente, às 13h. O lanche será coletivo.

Língua do Nhem

As Turmas da Semente e do Papel conheceram poesias de Cecília Meireles. As crianças se divertiram e se encantaram com o jeito especial da poetisa brincar com as palavras. Casa de avós, jogos, brinquedos, animais e flores ganham vida em seus poemas que falam de sonhos e fantasias. Mas, o que se destacou e arrancou gargalhadas da turma, foi a visita de uma "Vovozinha" que leu, pessoalmente, o poema "Língua do nhem".

Mestre Vitalino na Turma do Gelo

Com interesse e curiosidade as crianças da Turma do Gelo conheceram um pouco da vida e da obra do Mestre Vitalino e, durante uma conversa, na roda, comentaram sobre o que aprenderam.
O entusiasmo foi tanto que no dia seguinte João C. e Daniel trouxeram bonecos de argila para compartilhar com o grupo.
"Se ele fosse vivo teria 100 anos." (Daniel).
"Ele morava em Pernambuco. O meu pai também nasceu lá." (João Jabor).
"Ele gostava de ver a mãe dele trabalhando com o barro e sempre que sobrava um pouco do barro ele usava para fazer brinquedos." (Maria Beatriz).
"Ele fez tantos bois e pessoas de argila que todo mundo queria fazer como ele." (João Caminha).
"Por isso é que ele era chamado de Mestre Vitalino" (João Jabor).
"O que ele mais gostava de modelar era boi" (Júlia).
"Ele vendia os boizinhos numa feira." (Lucas).
"Era a feira de Caruaru" (Daniel).
Sua habilidade para transformar o barro em personagens e retratar cenas do cotidiano de sua região inspirou as crianças a produzirem desenhos especiais a partir da observação de suas obras.
Na próxima sexta-feira iremos aos Museu Casa do Pontal para apreciar a exposição permanente do Mestre Vitalino. Evitem atrasos, pois sairemos pontualmente, às 13h. O lanche será coletivo.

Aniversários

De 26/8 a 1/9

26 Sophia Chediak Souza F1M
26 Joao Schliemann Rangel Carneiro TDT
27 Marcelo Nobre Verani F2T
27 Dora Lins E Silva Dayde F3T
27 Arthur Lima Storino Alves TDT
28 Manoela Guimarães Jorge EIM
28 Gabriel Brandão da Silva F8TA
29 Rosa Neves Saad F8TB
29 Felipe Stelet Fernandes Carlos F6T
1 Joaquim Zuccolotto Goncalves Linhares F1T