Notícias de 14 de junho de 2013 - Educação Infantil - Ano XX

Para Todos

Intercâmbio Cultural

As turmas da Educação Infantil apreciaram os trabalhos de dança, canto e teatro produzidos pelas turmas do Ensino Fundamental para a Mostra de Artes.
Coral das F4 e F5, Sapo que vira príncipe, Iara que canta e Boto que encanta e muitos outros elementos da natureza representados corporalmente numa linda apresentação inspirada no Botânica, do grupo Momix.
Ao final das apresentações nossos pequenos foram convidados a experimentar os passos das danças numa rica interação com as crianças maiores.

Feriados Atrapalhados

Está difícil planejar o calendário com a comunicação confusa e de última hora das autoridades. Ontem chegou a informação que o feriado do dia 20, da Copa das Confederações, seria restrito às escolas dos bairros próximos ao Maracanã. Portanto, teremos aula normalmente na próxima quinta-feira. Dia 19, algumas escolas também ameaçavam fechar à tarde por conta do jogo do Brasil, no Ceará, mas nós funcionaremos, inclusive realizando as festas pedagógicas das F1 que já foram adiadas uma vez.
Os feriados de julho, 23, à tarde, 25 e 26, relacionados à Jornada da Juventude, afetarão apenas o trabalho interno de planejamento dos professores, pois os alunos já estarão de férias. Mas fiquem atentos. Tudo ainda pode ser alterado!

Festas Juninas

Este ano vamos realizar as comemorações na escola.
A Festa da Educação Infantil será no dia 13/7, sábado, durante a manhã, na sede da Capistrano de Abreu, com a presença dos pais.

Educação Infantil

Borboletas Para Jabuti

As crianças da Turma do Jabuti, depois de pesquisarem sobre seu próprio desenvolvimento, se empenharam em desvendar os mistérios que envolvem a transformação da lagarta em borboleta. Assistiram a vídeos, ouviram histórias e músicas, além de experimentar a movimentação desse inseto. Nossos pequenos já sabiam que a lagarta se transforma em borboleta e a surpresa ficou por conta da descoberta de que a borboleta coloca ovos e que dele saem lagartas que se transformam em pupa e repousam dentro do casulo até que virem borboletas! Além disso observaram as lagartas que temos na sala e que estão em processo de transformação. E fizeram desenhos para ilustrar esse tema.

Faz Doce Sinhá!

Cantarolando, da escola até a Cobal, as crianças da Turma do Pintinho foram comprar uma abóbora. Será que ela iria se transformar em carruagem?
Na volta do passeio, na roda de conversa, todos ficaram muito instigados quando sentiram seu cheiro e peso e viram que dentro dela havia muitas sementes.
Então decidimos fazer um doce. Ao saboreá-lo, as crianças comentaram:
A abóbora não virou carruagem. Alice G.
A abóbora virou o doce da música. Isabel
Será que a abóbora vai virar feijão também? Miguel

Abelhas para Borboletas

Texto Coletivo
"Nós fomos ver as abelhas na Escola Nacional de Horticultura. Descobrimos que a abelha também bota ovo, só que é dentro da colmeia, bem escondidinho. O Paulo, que trabalha lá, mostrou um monte de coisas: roupa especial para a abelha não picar, um chapéu com tela e um fumegador para fingir que a casa delas está pegando fogo. Quando solta a fumaça, as abelhas não conseguem nos picar. O Paulo também abriu uma caixa e lá dentro tinha uma colmeia com mel e muito ovinhos. O mel ficava guardado em bolinhas e nós provamos com o dedo. Achamos bom! No lanche, cantamos parabéns para o Saulo e, na volta do passeio, tivemos uma surpresa: as mamães e as babás estavam no salão esperando a gente!"

Tarde Divertida!

Texto Coletivo
"Nós fomos ao Parque Lage e fizemos uma aula com a Renata. Depois fizemos um casulo, usando tecidos, e voamos usando "papel de exame" como se fossem asas de borboletas. Aí voamos com fitas até chegar debaixo do tronco de uma árvore.
Vimos uma lagarta que queima porque ela tinha muitos pelos. Também vimos miquinhos nas árvores, um chafariz e formigas. Tinha um lago em forma de círculo e muita terra.
Depois entramos no ônibus e voltamos para a escola. Foi um dia muito bacana, divertido e legal. Um beijo e um abraço!"

UNO no Papel

Entre tantos jogos oferecidos diariamente, o UNO se tornou um dos mais queridos e desafiantes para a Turma do Papel. Através dele as crianças têm um contato significativo com os números, além de aprender a lidar com as regras, perceber a sequência numérica e praticar a sensação de vitória e derrota, tão importante para qualquer idade.
Na sala de artes a matemática também esteve presente. Ao construir um móbile tridimensional, o grupo foi desafiado a criar padrões enfeitando suas cobras com colagem de triângulos reproduzindo um mosaico!

Do Fundo do Mar à Palma das Mãos

Texto Coletivo
“A nossa turma foi à praia da Urca para ver os animais do mar. A Luana e o Jaime, que são biólogos, pegaram bichos marinhos para nós vermos.
Tinha um caranguejo e um siri que estavam com ovinhos guardados na barriga! Gostamos do pepino do mar, que era gosmento! Conhecemos a casa do Nemo, que se chama anêmona. Tocamos nos espinhos do ouriço e vimos sua boquinha. Vimos também esponjas e bichinhos chamados ofiúros, que se escondiam nelas.
No final, tinha um cavalo-marinho lindo e uma sardinha que, vista de baixo, parecia o céu e vista de cima parecia areia. Ela se camuflava muito bem! Gostamos muito do passeio!”

Semente na Floresta da Tijuca

Fomos passear na Floresta da Tijuca. Nosso guia foi o Zé, pai do Sebastião, da F3M. Chegamos lá, lanchamos e brincamos um pouco na pracinha. Depois, entramos na floresta.
Conhecemos a samambaia açu, que é da época dos dinossauros, vimos a cascatinha de Taunay, com muitas bananeiras em volta, e entramos numa trilha. Lá, encontramos esqueletos de folhas que os bichinhos comeram e vimos cogumelos nos troncos caídos pelo caminho. Mas eles não são comestíveis, são venenosos. O Zé explicou que os fungos só nascem em troncos de árvores mortas. Esses que vimos recebem o nome de queijinho. Também vimos cipós que pareciam balanços.
A floresta é fria, úmida e tem goteiras nas rochas. Fizemos silêncio por um tempinho para ouvirmos o seu barulho.
Escutamos os macacos, passarinhos, o som da água e observamos um cacho sem bananas. Os macacos devem ter comido tudo.
Encontramos uma composteira natural e vimos uma árvore que cresceu abraçada na outra. Outras árvores tinham flores em seus troncos como orquídeas e bromélias. Um passarinho deve ter deixado suas sementes ali.
Depois desse passeio voltamos mais sabidos para a escola!

Caminho das Águas

A Turma do Gelo fez uma aula-passeio repleta de aventuras para conhecer o caminho da água em uma trilha cheia de desafios. Acompanhadas pelo guia José, pai do Sebastião (F3M), as crianças foram instigadas a realizar inúmeras descobertas. Em nosso percurso foi preciso atenção e equilíbrio. Todos experimentaram situações que ampliaram o campo das investigações, vivenciando o inesperado e o encontro com o outro de maneira diferente do dia a dia na escola.

De Todos

Shakespeare nas Praças Públicas

Sabrina Faerstein, atriz e mãe da Clara (TAM), convida a todos para assistir a peça "Sonho de uma noite de verão", da qual faz parte do elenco.
Com o objetivo de dar novo sentido ao espaço público, Shakespeare nas Praças dá continuidade ao compromisso de apresentar obras clássicas nas ruas. Atores da Farsacena Cia. Teatral, estarão próximos ao público. No sábado 22/6, no Largo do Machado às 10h, no domingo 23/6 no Arpoador, às 16h. As apresentações são gratuitas.

Aniversários

De 17 a 23 /6

17 TEREZA DUTRA REIS DE MOURA NEVES F5T
18 SOFIA MATOS DE ALMEIDA FEIJÓ SAMPAIO BERWANGER F5MB
18 DORA DE AZEVEDO ACIOLI LUTZ BARBOSA F8TA
18 ANTONIO CONDE JANEQUINE F5MB
19 LUCAS LYRIO FRAZATTO F6T
20 CLARA DE ASSIS AZEVEDO TANG F6M
20 BENTO MAYA MONTEIRO SANT'ANNA F6T
20 MATHEUS MARTINS GONÇALVES MARIANO F7M
20 RAONI DE OLIVEIRA CANEDO DA SILVA AUX
21 DORA SIMÕES PIRES FRAGALE TDT
23 BEATRIZ TEIXEIRA MACINTYRE INNOCENZI TBT
23 GUILHERME COUTINHO HERSZAGE F5T