Notícias de 28 de março de 2013 - Educação Infantil - Ano XX

Para Todos

O Que Festejamos na Escola?

A proximidade da Páscoa nos traz a vontade de esclarecer os motivos que nos levam a não festejar datas religiosas entre outras do calendário oficial. Em primeiro lugar, é preciso reafirmar nossa crença na escola laica que respeita a diversidade de crenças e a liberdade de expressão. Priorizamos, assim, festejar o que aprendemos e produzimos na escola. É importante que a criança perceba que todo o conhecimento produzido e adquirido na escola deve ser um agente de troca e de crescimento pessoal e coletivo. A preparação de uma festa e sua realização são momentos diferentes de aprendizagem, avaliação e retorno do trabalho realizado.
Há dois momentos festivos que envolvem toda a comunidade: a Festa Junina e a de Encerramento. O tradicional desfile do bloco de carnaval fica sujeito ao calendário de início do ano letivo, só sendo realizado quando possível. Da Educação Infantil ao Segundo Ano, realizamos um encontro festivo a cada semestre. Do Terceiro ao Nono Ano são organizadas a Mostra de Artes, no primeiro semestre, e a Feira Moderna, no segundo. Porém, não são incomuns convites extraordinários para outros eventos que tenham como objetivo compartilhar as produções das crianças com suas famílias.
Mas não podemos deixar de agradecer as manifestações de carinho de algumas famílias e de desejar a todos uma feliz Páscoa, pensando no seu significado ecumênico de renovação da vida e de liberdade.

Educação Infantil

Explorando Materiais

Nas aulas de Expressão Corporal, com envolvimento e alegria, os pequenos das Turmas do Jabuti e do Pintinho exploraram diferentes materiais, posturas e apoios corporais, ampliando suas formas de deslocamento pelo espaço.

Tartaruga ou Jabuti?

Na quinta-feira, dia 4/4, iremos ao Jardim Botânico. O lanche será coletivo.
Assistimos a um vídeo que contava a Lenda do Jabuti. Nessa história, o primeiro Jabuti a viver em terra era uma tartaruga muito curiosa que vivia no mar e que um dia quis ver como era a vida na terra. E ao longo do passeio da tartaruga, um beija-flor feiticeiro a transformou em jabuti.
Agora, a Turma do Jabuti iniciará uma pesquisa para descobrir as diferenças e as semelhanças entre esses dois animais e para conhecer o seu ciclo de vida. Materiais que enriqueçam nossa pesquisas como livros, revistas, músicas, filmes etc., serão muito bem-vindos.

No Que se Transforma o Ovo?

Aproveitamos a afirmação do nosso amigo Miguel, de que o ovo vira pintinho amarelinho, para trazer livros, filmes e fotografias, com o objetivo de fomentar nossas conversas e aproximar as crianças do tema que tanto tem instigado a Turma do Pintinho.
Será que todo ovo vira pintinho amarelinho?
"O ovo vira um um príncepe amarelinho!" Salvador
"Ovo grande vira um galo muito grande!" Clara
"O ovo lá da minha casa é comidinha." Isabel

Borboleta no Jardim Botânico

Instigadas com as pesquisas, as crianças da Turma da Borboleta elaboraram algumas perguntas sobre o que gostariam de saber. "Porque elas gostam tanto do Jardim Botânico?", perguntou Pedro Pupo. Fomos até lá investigar e na volta do passeio a turma toda respondeu: "Porque lá tem folha, jaca, árvore, flor e água para elas beberem!"
O passeio também foi registrado pelo grupo através de um texto coletivo:
"O passeio para o Jardim Botânico foi muito legal! Nós fomos procurar borboletas. No Caminho da Mata Atlântica vimos muitas borboletas, ovo de borboleta nas folhas, jaca, perereca, folha comida por lagarta e até macaquinhos nas árvores. Quando fomos para o parquinho fazer um piquenique, vimos uma lagarta muito peluda que atravessou nosso caminho. Ela parecia um bigode que andava. Nós gostamos de encontrá-la, mas algumas crianças sentiram um pouquinho de medo. Depois do piquenique voltamos para a escola felizes com o nosso passeio."

São Tantas Perguntas

Na terça-feira, 2/4, iremos passear no Jardim Zoológico. O lanche será coletivo.
As crianças da Turma do Ovo estão entusiasmadas com a pesquisa sobre os ovos e suas transformações. Muito sabidas, identificaram em imagens alguns animais que nascem de ovos como o jacaré, a tartaruga, o sapo e a borboleta. Depois de tantas descobertas, foram levadas a responder sobre o que mais gostariam de saber sobre esses animais.
"Eu quero saber se um ovo vira pássaro." Pedro R.
"Eu quero saber se um coelho bota ovo." Nina R.
"Um camaleão bota ovo?" Cosmo
E os lugares? Que lugares estes animais escolhem para colocar seus ovos? Para enriquecer nossas pesquisas, aceitamos contribuições.

Passeio ao Jardim Botânico

"A Turma do Papel foi ao Jardim Botânico procurar a árvore que é usada para fazer papel, o Eucalipto. Nós observamos as flores que vivem no lago: Ninféias e Vitórias-régias. Vimos também tartarugas, cachoeiras e brincamos com a escultura chamada "A Dança", inspirada em Matisse.
Quando nós encontramos a árvore que faz o papel, cheiramos a sua folha e o seu tronco. Ela era branca, alta e tinha uma casa de bicho.
Visitamos a fonte do mestre Valentim e a Sumaúma, uma das árvores mais largas de lá.
No final, lanchamos e brincamos no parquinho. O passeio foi muito legal."
Texto coletivo

É Bicho ou é Pau?

Curiosas sobre a vida dos animais que se camuflam em árvores e folhas, as crianças da Turma do Camaleão fizeram pesquisas e descobriram muitas coisas. Por meio de vídeos, fotos e da história "O Dilema do Bicho-pau", de Angelo Machado, a turma percebeu que, além de andar de modo engraçado e de ter longas antenas, até os ovos do bicho-pau ficam bem escondidos, pois espalhados na mata, se parecem com sementes.
Aproveitamos muito o envolvimento com esse tema e brincamos de fazer posições do bicho com o nosso corpo. E, com gravetos trazidos pelas crianças, fizemos colagens e desenhos. Agora, estamos pensando em pesquisar sobre aranhas, mariposas, borboletas, sapos e bichos-folha.

Universo das Sementes

Depois de reconhecer a existência da diversidade de sementes e distingui-las em função de algumas de suas características tais como forma, cor, tamanho e textura, a curiosidade e o interesse pela preservação da natureza se intensificou na Turma da Semente.
As crianças plantaram sementes de feijão para acompanhar o seu crescimento e identificar alguns fatores do ambiente que interferem na vida das plantas.
Também fizeram uma experiência colocando sementes variadas em recipientes distintos. Num deles colocaram água e no outro não. Depois, passaram a observá-los diariamente e a tentar entender como reagem as sementes quando estão dentro e fora d'água.
"Tem uma boiando e outras estão no fundo do pote. Uma delas ficou amassadinha e teve uma que ficou tão escorregadia que escapoliu da mão."

Dia Mundial da Água

Entusiasmadas com o Dia Mundial da Água, as crianças da Turma do Gelo se mobilizaram e pesquisaram sobre esse elemento tão fundamental para a vida. Para esclarecer sobre a sua importância e dar dicas de como cuidar da água, elas prepararam cartazes para fazer uma passeata muito animada pela escola usando palavras de ordem: "Não desperdice água! Não desperdice água!"

Aniversários

De 1 a 7 de abril

1 JOÃO ANTONIO SILVA SANTOS - F3M
1 ALICE GASTAL FERRARI - F6T
2 MIGUEL ARAGÃO DE ALBUQUERQUE - TAT
3 DORIS BRAGATTO MARAJO - F5MB
6 MARIA LUIZA DE MORAES AMARAL PEIXOTO - F9MA
6 EDUARDO MORSCH GADELHA - TBT
7 HELENA GOFMAN BARRETO - TAT
7 TIAGO SENDIN MARTINS - F4M
7 NINA TEPEDINO DAHMER - TAM
7 WENDELL DE ALMEIDA RIBEIRO - AUX
7 ALICE GOFMAN BARRETO - TAT