Novembro de 2012

A Proposta

Durante esse ano as F4 tiveram contato com variados gêneros textuais, porém, dedicaram um olhar mais cuidadoso às poesias e biografias, buscando conhecer melhor suas características.
Foi uma delícia ler poesias de diferentes estilos e conhecer variados autores, assim como conhecer a vida e obra de tantos inventores e ilustres autores.
Assim, na semana em que Drummond faria 110 anos, apreciamos o livro “Drummond frente e verso – Fotobiografia de Carlos Drummond de Andrade” e, inspiradas por essa leitura, as crianças resolveram unir poesia e biografia num só texto.
Foi grande o desafio! E aqui estão seus poemas.

A Minha Vida Desde o Começo

Maria Pia

Antes de nascer
Eu era uma sementinha
Na barriga da minha mãe
Eu era quietinha

No dia 5 de junho de 2003
Eu nasci de uma vez
E logo cresci
Vi a minha irmã nascer
Fiquei feliz para valer

Quebrei o braço
Quando tinha um ano
Acontece com qualquer ser humano

Fiz o meu aniversário de dois anos
Andei a cavalo
Fui galopando, galopando
Ufa! Eu só estava andando

Meu primeiro passeio de avião
Eu adorei de montão
Quanta emoção!

Andei de Bugrezinho
Era um lindo carrinho
Bem pequenininho

Aos cinco anos
Aconteceu a minha festa junina especial
Eu era noiva, afinal!

Meu aniversário de seis anos
Foi no Clube Militar
Tinha a Gata Marie para enfeitar
E foi tudo ótimo, espetacular!

Caí de bicicleta
De repente, escorreguei
Eu ainda não era a atleta
Que hoje me tornei.

A Minha Vida em Poesia

Bruna

Eu sou uma criança
Que adora dança

Nasci em 2003
No hospital São José
Com uma esperança
De ter uma vida como ela é

Cresci, então
Ganhei um cachorro brincalhão
Levado e saudável
Muito adorável

Tenho uma infância super feliz
Brinco de bola, pique e patins
Quando eu crescer quero ser atriz

Sou uma menina baixinha
Loura, com franjinha
Cabelos cacheados
Bem espertinha

E sou sapeca
Tenho uma peteca
E gosto de ler livros na biblioteca

O Meu Crescimento

Dora

Nasci no Hospital São José
Ganhei uma vida feliz
Minha mãe deixa uma herança
Mostrando como é bom ser criança
Cheia de amor e esperança

Na minha infância
Eu gosto de brincar
E de estudar
Mas o melhor
É quando eu vou nadar

Sou legal
E fenomenal!

Minha Vida Sentimental em Números

Victória

Nasci em 15 de maio de 2002
À noite, às 20 horas
E 50 minutos
No hospital São José
Sabe onde é que é?

Nasci prematura
Pesando 980 gramas
Passei 55 dias no hospital
Não foi nada legal!

Passei por duas cirurgias
Que foram muito delicadinhas.
Andei com 1 ano de idade
E falei com dois anos
É verdade!

Depois do hospital
Tive um bom desenvolvimento
Que foi fundamental
Para o meu crescimento.

Fui para a minha primeira escola
2 anos e meio eu tinha
E lá tudo me divertia.

Na minha segunda escola
Fiquei apenas um ano
Porque não gostei de lá

A minha escola atual
É a Sá Pereira
Que é muito maneira.

Sempre fui muito alegre
Com os meus amigos
Gosto de brincar
E também de conversar.

Gosto de computador
Gosto de escrever
Enfim, sou uma criança
Como outra qualquer.

Minha Vida

Luca Novelo

Eu nasci em 2002
E adorava comer arroz

Um dia, no Natal
Ganhei um skate legal
Nesta data especial

Em fevereiro fui para Paris
E fui muito feliz

Também fui para Londres
Uma cidade muito bela
Gostei muito dela!

Sou muito feliz
E adoro chafariz.

O Meu Crescimento

José Pedro

Nasci em 2003 na Perinatal
Num dia especial
Tenho uma infância legal

Fui morar em Santa Tereza
Lá era uma beleza!

Com três anos de idade
Fui para Laranjeiras
Outro bairro da cidade

Eu gosto de pular
Eu gosto de dançar
Eu gosto de brincar

No meu futuro vou fazer circo
Assim eu me divirto

A vida

Mateus

No dia 25
Do mês três, de 2003
Eu nasci
Minha família ficou muito feliz
Comigo por aqui

Em 2004
Com o meu pai eu passeava
Na corcunda ele me levava
E eu amava

Em 2005
Eu adorava correr pela casa
Corria e gritava

Em 2006
Eu ganhei um irmão
Que hoje é meu amigão

Eu e meu irmão
Adoramos jogar bola de montão

Em 2007
Aniversário eu fiz
E fiquei muito feliz

Em 2008
Entrei para o time do Botafogo
Quando eu jogava
Era fogo!

Em 2009
Ganhei um troféu
Com o meu técnico Manuel

Eu adoro comer cachorro-quente
E água de coco
Num dia quente

Em 2011
Fiz aniversário
No play na minha avó
Que é do borogodó!

Hoje
Em 2012
Sou feliz
Meus amigos são fenomenais
E muito legais!

Minha Autobiografia

Gabriel

Eu gosto de brincar
Com a água e o mar
De pique e boliche
E dormir na beliche

Eu sou um garoto bem legal
Sou feliz e saudável
Brincalhão e sensacional

Gosto de usar uma jaqueta
Com uma blusa preta
Jeans
E sapatos Qix

Meu nome é Gabriel
Rima com pastel
E com dezenas de coisas
Como papel

Minha Alegria

Beatriz

Nasci no Barra D'or
Com oito meses

Fui para casa
Depois de muitas semanas
Conheci a minha família
Com muita alegria

Mamei até os quatro meses
Minha mãe me dava o leite
E eu chorava muito
Mesmo assim,
Lindamente,
Minha mãe sorria para mim

Eu era muito feliz
E muito linda
Com um ano comecei a falar
Eu adorava conversar

Até hoje adoro brincar.
Gosto também de estudar e viajar
Adoro dançar e cantar
Amo ser feliz e viver!
E com muita alegria, crescer.

Minha Vida

Felipe

Eu nasci
Com a “corda no pescoço”
Após muitas cambalhotas
Fiquei enroladinho
No cordão umbilical

Eu nasci
Num ano importante
O Brasil foi pentacampeão dias antes
O Fluminense foi campeão dias depois

Eu nasci
Numa quarta-feira
No dia dezessete
No mês sete
Do ano 2002

Por isso, adoro pintar o sete
Com o meu cachorrão
Que adora comer pão

Eu gosto de brincar
Viajar e passear
Só fujo da raia
Quando o assunto é dançar

Hoje em dia
Eu assisto o Flusão
Abraço o meu cão
E toco violão

Sou um garoto especial,
Legal e radical!

A Minha Vida

Bento

Eu nasci aqui
E vivi ali
E quando vi
Eu estava com moral

Eu era gordinho
Como o meu padrinho
E fofinho como um travesseirinho

Com três meses
Eu gostava de franceses
Eu gostava de engatinhar
E de flores, cheirar.

Já mais velho
Aprendi a surfar e falar

Comecei a ir a eventos
E ver monumentos
Coisas legais
E coisas fatais

Tenho uma casa
Para ficar na rede
para convidar amigos
Para pular, brincar e nadar

A Vida da Pequena Rafinha

Rafaela

Eu nasci com uma grande esperança
E com uma grande herança
A minha mãe
Que estava fazendo carinho
Na minha cabeça

Meu pai estava no trabalho
Mas quando saí do hospital
Fiquei muito com ele

Quando cresci
Minha irmã sempre inventava
Brincadeiras que me faziam sorrir
Minha irmã tinha ciúme de mim
Mas mesmo assim
Ela é a melhor amiga para mim

Eu cresci mais
E aniversário de dez anos eu fiz
Fui para o México e Paris
Estados Unidos e Bahia

Eu tenho uma vida saudável e feliz
Mas até agora
minha irmã tem ciúme de mim

Eu aproveito muito a minha infância
Sou uma menina corajosa
Adoro os meus amigos e a minha família
Gosto de dançar, viajar e cantar
E sou feliz!

Minha Vida

Pedro

Eu nasci e cresci
No Rio de Janeiro vivi

Quando no meu aniversário
Cinco anos eu fiz
Foi extraordinário

Com quatro anos
De skate comecei a andar
Com cinco anos a nadar

Quando dez anos completei
Um skate novo eu ganhei

Hoje eu sou legal e divertido
As coisas que mais gosto são:
Escalar, brincar, nadar
e de skate andar

A Vida de João

João

Nasci em 20 de dezembro de 2002
Não sei em qual hospital
A minha primeira casa foi legal

Com apenas dois anos de idade
Conheci minha primeira escola de verdade
O Jardim Botânico

Depois veio o Tabladinho
E lá eu tinha muitos amiguinhos
Como Bento, Josué e Thomaz

Alguns desses amigos
Vieram para a minha escola atual
Que é sensacional
A Sá Pereira
Que é muito maneira

Nisso eu já tinha seis anos
E aqui há quatro anos estou
Hoje eu tenho dez
E menino feliz eu sou

Minha Vida

Luca Zangrandi

Eu nasci em dois mil e dois
No dia três de novembro
Perto do Natal que é em dezembro

Moro na Barra
Perto da Pedra da Gávea

Viajo toda hora
Sem parada, vou embora

Para a praia eu vou
E lá sempre feliz eu estou
Quando chego, mergulho
Direto para a água eu vou

No mar tinha ondas boas
Mas estava forte
Então, para a minha casa voltei

Gosto de surfar
E de várias coisas brincar
Pique esconde e na cama elástica pular

Gosto de aproveitar a minha infância
Brincando e surfando.

Eu sou louro, cheio de bravura
Mais ou menos alto
Gosto de esportes e aventura

Quando crescer
Eu não sei o que vou ser
Mas quero ser uma pessoa importante
Como um presidente fascinante

Sobre a Minha Vida

Lola

Eu nasci no dia quatorze
De fevereiro, de dois mil e três
Muito triste, mas tudo bem
É porque eu estava com a minha mãe
E depois ela morreu
E eu fui para um abrigo
Mas tive uma sorte danada
Porque tive dois pais

Meu aniversário
Teve bolo e bombom
Minha festa foi maravilhosa
Tinha um poster de uma personagem famosa

Estudo numa escola radical
A Sá Pereira que é muito legal

E agora estou feliz
Poque a minha vida está melhor
Como eu sempre quis

A Vida de uma Pessoa Muito, Muito Especial

André

Nasci no hospital São José
Quando nasci
Minha mãe ficou encantada comigo

Como nasci com um dedo a mais
Tive uma cirurgia
Que não doeu nada

Um ano e meio depois
Aprendi a falar
e a andar

Quando fiz quatro anos
Quebrei o braço
Graças ao meu amigo Tito

Quando fiz sete anos
Ganhei dois peixes
Steve e Cobra

Um ano depois
Os dois morreram
Mas mesmo assim
Minha vida foi longa e feliz