Para Todos

Comunicação Casa Escola

Pedimos aos pais que aproveitem o início do ano para reforçar a conversa sobre o uso de celulares. Em sala de aula o celular deve ficar desligado e a comunicação entre os pais e os alunos, durante o horário das aulas, só deve acontecer com a mediação da escola. As autorizações para a saída das crianças com outros responsáveis são feitas através da agenda escolar ou entrando em contato com a secretaria com a antecedência mínima de 30 minutos do horário da saída. O formulário para o passe livre dos alunos maiores continua disponível na página principal do site.
Caso seu filho não ande sozinho, antes de autorizá-lo a sair com um colega, certifique-se que o colega sai com um responsável.

Ciclo de Palestras 2012

No próximo dia 12, às 19h, receberemos Tatiana Roque, mãe do Matias, da Turma do Sol, professora do Instituto de Matemática da UFRJ e doutora em História e Filosofia da Ciência, para uma conversa sobre "Mitos e lendas na história da ciência e das invenções". Tatiana pretende abordar a descontinuidade em contraposição à mitificação operada pela história convencional, usando algumas lendas conhecidas como a maçã de Newton, a banheira de Arquimedes etc.
O encontro tem como público alvo os professores da escola, mas estará aberto aos pais que nos ligarem com antecedência.
Abrimos, assim, nosso ciclo de palestras de 2012 e aguardamos, para divulgar o restante da programação, o contato de outros pais e amigos da escola que desejarem colaborar para discussões sobre o Projeto e sobre temas pertinentes ao universo da escola.

Piolhos, de novo!

As aulas voltaram. Com elas os indesejáveis piolhos. No coça-coça daqui e dali, mães preocupadas já entraram em contato. Pedimos que todas as famílias aproveitem o final de semana para uma inspeção caprichada e tratamento.
Da nossa parte, vamos reeditar a campanha de 2011 e, em breve, distribuiremos novamente o encarte explicativo sobre o tema que foi produzido pelas F4 do ano passado.

Educação Infantil

Brincadeiras de Casinha

As brincadeiras de casinha têm motivado as crianças da TAT. A cada dia, uma novidade as inspira e elas se divertem embaixo de telhados de tecido fazendo comidinhas e reproduzindo suas experiências da própria casa, somadas a muita criatividade. Imaginam janelas e portas, cuidam de bonecas, cozinham no fogão, entram e saem dos lugares criados pela imaginação.

Turma do Bambolê

O bambolê roda. E a roda? Roda?
Envolvidas com o nome da turma, as crianças se divertiram com diversas brincadeiras e danças com o bambolê. Numa roda de conversa, registramos algumas informações, a partir do conhecimento prévio dos nossos pequenos sabidos, que nos mostraram que já conhecem um bocado de coisas:

"O bambolê roda"
"O carro tem roda"
"A gente faz roda"
"O DVD roda"
"A bola é redonda e roda"
"E o planeta também"


Também assistiram a um vídeo do "Cirque de Soleil", em que os bailarinos dançavam com bambolês, e outro com equilibristas, em monociclos, do Circo de Pequim. Inspirado nesses vídeos, o grupo arriscou algumas tentativas ao dançar com mais de um bambolê nos braços, pernas e cintura. Foi uma farra!

Turma do Pião

A partir de uma lista com as invenções preferidas das crianças, surgiram vários brinquedos como ideia para o nome da turma. Preparamos uma caixa, recheada desses brinquedos, para instigar nossas conversas. Foi, então, que "O Pião entrou na roda, ó pião!..." encantando a todos. Os pequenos cantaram, orgulhosos, pela escola anunciando: Ão, ão, ão! É a Turma do Pião!

TAM com Lanternas

Mila, da TAM, sugeriu o nome Lanterna para a nossa turma, mas como ainda estamos em período de adaptação, recebendo dois pequenos grupos separadamente, vamos guardar essa ideia. Trouxemos, para mostrar às crianças, diferentes tipos de lanternas e, com elas, brincamos de iluminar a sala de aula, os brinquedos e os bichinhos que encontramos no pátio. Nossas conversas sobre claro e escuro e a utilidade desse objeto têm nos aproximado do projeto institucional "O bicho inventor".

Turma dos Inventos

O carnaval já passou, mas continuou mobilizando a Turma dos Inventos. Selecionamos algumas obras de Di Cavalcanti que retratavam o carnaval, falamos um pouco sobre sua vida e características de suas obras e depois fizemos uma releitura inspirados em suas pinturas. As conversas em torno do seu trabalho rendeu perguntas instigantes: "Quem inventou a tinta?", "Por quê?". E as crianças levantaram algumas hipóteses:

"Um artista"
Dora
"O Di Cavalcanti"
Luisa
"Os homens da caverna usando água"
Gustavo e Théo
"Para pintar um quadro e fazer uma arte"
Lucca
"Para pintar os bichos"
João Caminha

Resolvemos, então, mandar uma pesquisa para casa: será que vocês conseguem descobrir quem fez as primeiras pinturas? Estamos enviando um papel em branco, na pasta das crianças, para que possam registrar o que encontrarem com seus pais, por meio de imagens, desenhos, escrita ou como quiserem inventar!

Arte no Patinete

A Turma do Patinete recebeu uma visita muito especial: o Raoni, auxiliar da Turma do Bambolê. Ele foi convidado a desenhar um super patinete, para ser pintado pela turma, que será exposto no mural da entrada.

Turma do Raio

A escolha de um nome para a TDT veio acompanhada de muitas expectativas. A maioria das crianças parecia já saber que nome gostaria de dar e, apegadas às suas ideias, Raio veio para ficar. Turma do Raio. E, como num "lampejo", elas já contribuíram com o que conhecem sobre esse fenômeno da natureza que certamente as levará a ter ideias criativas para o novo projeto.

Turma do Sol

A escolha do nome da turma envolveu as crianças em muitas pesquisas. Elas trouxeram revistas e livros que falavam da importância do sol. A amiga Natália mostrou, de forma criativa, o movimento da Terra em torno do sol, explicando como acontece o dia e a noite no nosso planeta, usando como suporte duas bolas e uma lanterna.
Aproveitamos para fomentar a curiosidade de nossos pequenos trazendo algumas imagens do vídeo "Como funciona o universo: Estrelas", do Discovery Science. E finalizamos a semana conhecendo um grande invento: um pequeno painel solar.

Ensino Fundamental

Carimbo para Quê?

A partir desta semana, utilizamos de F2 a F7 os carimbos nas agendas. Acreditamos que, assim, podemos ajudar as crianças e as famílias na organização de suas rotinas. São registrados nas agendas três situações: atraso na entrada, falta de material e falta de trabalho de casa. O objetivo é usar o registro para uma avaliação, na escola e em casa.

Música na F1

As crianças da F1M voltaram do carnaval com muitas novidades. Fizemos algumas fichas com letras de marchinhas famosas e todos cantaram ao som do violão do Vitor.
Também conhecemos uma música do Arnaldo Antunes chamada "O Silêncio", que conta que antes de existir o homem e suas invenções existia o silêncio. As conversas relacionadas à letra da música geraram boas discussões sobre as invenções do "bicho homem".

Depois de Tantas Invenções...

A F2M ouviu a história "Lolo Barnabé", que nos conta o percurso de uma família desde o tempo das cavernas até hoje. Com a leitura, todos refletiram sobre as mudanças na vida dessa família com as invenções ao longo do tempo. As crianças perceberam que os objetos inventados trouxeram, ao mesmo tempo um lado bom e outro ruim. Depois, foram convidadas a escrever suas impressões no caderno.

"Nós ouvimos a história do Lolo Barnabé. Eu percebi que, no início, a vida deles era boa, mas depois ele começou a inventar e inventar e inventar e inventar. A vida deles foi ficando melhor e depois ficou ruim porque eles não tinham mais tempo para ficar juntos. Aí eles, de noite, fizeram uma fogueira e se reuniram."
Luiz Eduardo
"Nós ouvimos a história do Lolo Barnabé. Eu percebi que, no início, a vida deles era melhor. Eles podiam ficar mais tempo juntos e depois eles começaram a inventar, tiveram que trabalhar muito. A vida deles ficou boa e ruim, mas depois eles ficaram muito tristes e muito cansados."
Clara

“Nós ouvimos a história do Lolo Barnabé. Eu percebi que a vida deles no começo era boa antes deles começarem a construir várias coisas tipo sofá, televisão, máquina de lavar roupa, dinheiro, armário, vassoura, cama, máquina de lavar prato, roupa, ferro de passar, mesa, cadeira, sapato. Eles ficaram muito cansados. Então, uma noite, eles fizeram uma fogueira e ficaram conversando e lembrando de coisas boas quando eles podiam fazer tudo o que eles queriam fazer."
Lia

Inventores!

As crianças da F2T experimentaram criar como os inventores! Pensar em algo construído pelo homem, algo que já exista e transformá-lo, otimizando a sua função ou atribuindo uma nova. As crianças se divertiram e, sozinhas, em duplas ou trios, criaram objetos dignos de serem produzidos em larga escala. Confiram em "Das Turmas", no site.

Matemática na Sala de Aula

O ano começou e há muitas coisas para aprender e relembrar. As F3 inauguraram o livro de matemática curiosas com os novos estudos. Primeiro contabilizaram os números presentes: quantidade de alunos, meninos e meninas, duplas e trios que podem ser formados, de professores. Depois, fizeram um desenho organizando o espaço da turma.
No caderno, estão recordando os conteúdos do ano passado. Não falta animação para iniciar o trabalho com o ábaco. A quem ainda o não trouxe, lembramos que esse material pode ser pedido emprestado aos alunos das F4 (F3 do ano passado).

Pout Pourri da Sá Pereira

No Coral, depois dos encontros para as classificações vocais das crianças de F4, começamos a trabalhar com um "pout pourri" de algumas das músicas que participaram do concurso de sambas da Sá Pereira. Para facilitar o aprendizado das crianças, colocamos no site gravações das vozes sozinhas e do arranjo completo. Elas estão em "músicas", "coral". Se todos ouvirem um pouquinho em casa vai fazer uma grande diferença!

Invenções

Inspiradas no samba da Sá Pereira, as crianças da F4T planejaram futuras invenções. Vejam algumas:

Mochila a jato
Guilherme Coutinho
Máquina do viver
Artur
Coleira tradutora
Tereza
Espelho do futuro
Maria Luisa
Máquina do Desejo
Henrique
Máquina salvadora de animais
Rafaela
Esta semana, recebemos Gabriel José. Mais um amigo que chegou para participar das invenções da Turma.

Livros para F4

Já foram escolhidos os livros que acompanharão nossos estudos durante o semestre. Vamos fazer longas viagens no tempo, e por muitos lugares, para descobrirmos como as pessoas viviam antes de tantas invenções. Como fazíamos sem óculos, sem fósforo, sem escova de dentes, sem televisão, telefone, avião?
Todas essas curiosidades e muitas outras estão no livro, "Como fazíamos sem?", de Barbara Soalheiro, Editora Panda Books
E para nosso deleite literário adotaremos também "É tudo Invenção", de Ricardo Silvestrin, da editora Ática.
A Livraria do Solar e a Papelaria Papel em Pedaços já estão avisadas.

Amigo Novo

Gostaríamos registrar a chegada de um novo amigo na F4MB, o Mariano. Ficamos muito felizes.

Diário Literário

Inauguramos o Diário Literário nas turmas de F5. Como algumas crianças ainda não trouxeram o caderno para essa atividade, pedimos às famílias que as ajudem na escolha. É bom que não seja um caderno muito grande para não pesar nas mochilas. Muito mais do que contar sobre os livros lidos, a proposta é que as crianças registrem a sua experiência com a literatura - desejos, impressões, sentimentos... Às vezes demoram a encontrar o tom para essa escrita, tão acostumados a ouvir e ler resenhas em que quem escreve tem que ficar quase invisível aos olhos do leitor. Nesse caderno, ao contrário, o mais importante é que falem de si. É, ao mesmo tempo, um contraponto à linguagem impessoal que os jornais buscam e que também trabalhamos no nosso Quinto Ano.

Reunião de Pais de F6

Esperamos por todos os pais de F6 no próximo dia 15, às 19hs. A participação é fundamental para auxiliarem as crianças nesse período de adaptação do novo segmento. Apresentaremos a equipe pedagógica, conversaremos sobre o vínculo entre o Projeto e as disciplinas, faremos algumas recomendações importantes diante das novidades na rotina escolar dos alunos e, principalmente, ouviremos suas sugestões, críticas e preocupações.

Língua Portuguesa

Nas F6 iniciamos o ano com a leitura do “Conto de verão nº 2: Bandeira Branca”, de Luis Fernando Veríssimo, ao som da marchinha “Bandeira Branca”, de Max Nunes e Laércio Alves. Depois de relacionarem o texto e a música, cada um elaborou a continuação da história. Além disso fizemos a leitura, em conjunto, de um texto do Menino Maluquinho sobre a história do carnaval, quando puderam reconhecer o carnaval como uma manifestação cultural brasileira e pesquisar personagens .
Nas F7 trabalhamos um texto jornalístico sobre a história do carnaval. A partir de alguns debates a turma, em quatro grupos, deveria pesquisar sobre a história e origem do carnaval da Grécia, Itália, França ou Brasil. Essa atividade foi fundamentada num roteiro de como organizar uma pesquisa e o que não pode faltar no seu processo de elaboração. Paralelamente a esse estudo, refletimos sobre o conto “Restos do Carnaval”, de Clarice Lispector.

História

Nas turmas de F6 começamos o ano debatendo para conceber o conceito de História, a partir da percepção de que não existe “história única”. Para melhor compreender, os alunos fizeram, em casa, uma pesquisa sobre um fato histórico e apresentaram as diversas versões e pontos de vista que um mesmo fato pode ter. Teremos muitas histórias para conhecer...
Nas turmas de F8, retomamos o Brasil Colônia e analisamos o contexto da Europa do século XVIII. Construímos um grande quadro com panoramas históricos de alguns países europeus, África e Brasil, para iniciarmos o estudo da Revolução Industrial Inglesa. Assistimos a um documentário da BBC (“A Revolução Industrial”) e a um trecho do filme “Tempos Modernos” de Charles Chaplin, a partir dos quais discutimos as condições sociais, políticas e econômicas que levaram os ingleses ao pioneirismo industrial.

A Volta da Caixa Preta

A caixa preta retornou às aulas de ciências para encontrar com as novas turmas de F6. Os alunos foram desafiados a reproduzir o seu mecanismo interno, não revelado. As ideias foram diversas e muito engenhosas. No final das apresentações descobriram que a caixa original, na verdade, é uma representação de toda a natureza. Ela sempre se manterá oculta para os cientistas, que jamais saberão como ela realmente funciona. O máximo que poderemos fazer será criar bons modelos, como as nossas turmas fizeram.

A Volta da Caixa Preta

A caixa preta retornou às aulas de ciências para encontrar com as novas turmas de F6. Os alunos foram desafiados a reproduzir o seu mecanismo interno, não revelado. As ideias foram diversas e muito engenhosas. No final das apresentações descobriram que a caixa original, na verdade, é uma representação de toda a natureza. Ela sempre se manterá oculta para os cientistas, que jamais saberão como ela realmente funciona. O máximo que poderemos fazer será criar bons modelos, como as nossas turmas fizeram.

Mudanças Ambientais

As F7 estão utilizando as animações do projeto MAG (mudanças ambientais globais) do CEPTEC/INPE, para aprender sobre a influência da poluição nos problemas ambientais, como o aumento no efeito estufa e o buraco na camada de ozônio. Para uma análise mais complexa, a turma realizou um experimento que simulava esse fenômeno dentro de uma caixa, medindo a temperatura interna e comparando-a com a temperatura externa. O resultado impressionou a todos.

O Mundo dos Répteis

As F8 estudam a classe dos répteis e sua evolução e adaptação ao ambiente. Compreender como evoluíram de um anfíbio ancestral e as transformações ocorridas em sua anatomia nos ajudará a entender o surgimento dos mamíferos na Terra e nos aproximar do estudo do corpo humano.

De Todos

Vida de Inseto

O Museu da Vida oferece um ciclo de atividades sobre o mundo dos insetos no campus da Fiocruz, a partir de 3 de março. Em Vida de Inseto – uma exposição sobre a biodiversidade brasileira – crianças e adolescentes serão estimulados a conhecer o papel desses animais no meio ambiente. Av. Brasil, 4365 - perto da passarela 6, de terça a sexta-feira, das 9 às 16h30. Sábado, das 10 às 16 horas. Agendamento: 2590-6747