Vamos Mudar o Rio


Em 1990 trabalhamos o Rio de Janeiro como Projeto Institucional. A festa de fim de ano, no Teatro da UERJ, teve como trilha sonora as músicas de Ana Maria sobre a Cidade. Ana Maria, para quem não sabe, era irmã de Etê e Cecília, na época diretora da Escola. O CD, que estamos distribuindo para todos os nossos alunos, foi publicado em 1998, quando a Sá Pereira fez 50 anos.

Assim, o sonho de mudar o Rio se junta às lembranças de nossa escola e reeditar a Cidade como Projeto Institucional nos leva inevitavelmente à sua história.

Queremos buscar nas lembranças dessa antiga cidade, sem deixar de levar em conta o que hoje nos aflige, as luzes para um futuro melhor.

Estamos nos propondo a revisitar o lugar em que vivemos com olhos apaixonados de alegria e de tristeza, de orgulho e de vergonha, de apreensão e, principalmente de esperança.

Devemos percorrer a história do Rio desde a sua fundação, tentando conhecer as contribuições das pessoas que aqui viveram e de tantas outras que aqui ainda estão. Buscaremos identificar, na passagem do tempo, as constantes transformações na paisagem e na urbanização e em toda a sua cultura.

Tentaremos ampliar os horizontes geográficos das nossas crianças, buscando conhecer e estudar uma Cidade que não se restringe à nossa zona sul. Encontraremos, inevitavelmente, com as desigualdades, os medos e as injustiças. Mas conviveremos com a beleza dos contornos de sua exuberante paisagem e com a rica produção cultural de nosso povo.

Conhecer e ocupar a Cidade em que se vive pode ser um passo para a construção da cidadania, do sentimento de pertencimento e do compromisso com o futuro de todos.

Enquanto o povo da Cidade dormia
O lixo, a pobreza, a violência cresciam.
A Cidade gritava socorro!
E ninguém ouvia.
Mas nessa noite acho que um vento bom,
bateu no coração do povo da Cidade.
Corações quentes, corações tristes,
Apaixonados, corações frios.
Um vento bom que assim dizia:
Vamos mudar o Rio!