Notícias de 1 de Março de 2019 - Ano XXVI

Para Todos

Recesso de Carnaval

Na semana de Carnaval - 4 a 8/3 - estaremos em recesso. Nos dias 7 e 8/3, quinta e sexta-feira, apenas a Secretaria da Capistrano de Abreu funcionará, das 8h às 17h.

Viva a Sá Pereira!

E viva o carnaval! Numa manhã quente e ensolarada, a Sá Pereira mostrou que nosso bloco "é do mundo, é seu e meu!".
O samba Cantando a Gente se Entende, de Alexandre Caldi, Alice Holanda e Sofia Holanda, e as tradicionais marchinhas de carnaval, acompanhados pelo som da bateria do mestre Ricardo Cotrin, formada por pais, professores, ex-alunos e amigos da escola, reuniram um monte de gente num percurso de muita alegria em volta do quarteirão. Agradecemos a presença de todos que fizeram desse momento de confraternização uma grande festa.
Compartilhamos com vocês o álbum de fotos (link) que criamos com as fotos da folia, em alta resolução. Divirtam-se!
O carnaval por aqui não é só farra e diversão - tem uma dimensão pedagógica que se desdobra em diferentes atividades ao longo do ano. O samba criado especialmente para o Projeto será nosso companheiro nessa trajetória de estudo e produção, compondo o repertório musical que criaremos com nossos alunos a partir de pesquisas sobre composições relacionadas ao tema comunicação. Sugestões são bem-vindas!

Avisos EFII

Reunião de Pais

Fundamental II
Receberemos as famílias para falar do ano que se anuncia cheio de novidades. Sugestões de pauta são sempre bem-vindas para um bom encontro, e podem ser enviadas para escola@sapereira.com.br. Atenção às datas e horários:
F6 - 21/3 (qui) às 19h30
F7 - 28/3 (qui) às 19h30
F8 - 14/3 (qui) às 19h30

Livro Literário - 1º Trimestre

F7
A partir de 18/3, adotaremos para as F7, em Língua Portuguesa, o livro A Máquina, de Adriana Falcão.
A obra conta a história de amor entre Antonio e Karina, moradores da cidade de Nordestina, de onde só se vai embora. Nessa cidade imaginária onde não chega ninguém, a televisão é o meio de comunicação mais eficaz. E para provar seu amor por Karina, Antonio topará qualquer programa!

Museu das Telecomunicações

F7
No dia 12/3, terça-feira, as F7 farão uma viagem pela História das Telecomunicações no Oi Futuro. Sob a orientação do professor Gustavo, os estudantes buscarão informações sobre a invenção do telégrafo, do telefone e da internet.
A visita será realizada durante o horário escolar. Pedimos que os alunos tragam apenas um lanche adequado para ser consumido no museu. Nesse dia, haverá aula normal de Ciências para o turno da manhã e de Inglês para o turno da tarde.

Sobre as Turmas

No Pereirão

Fundamental II
Iniciando as atividades no Pereirão, conversamos sobre alguns esportes e como os atletas, técnicos e árbitros se comunicam durante os jogos. Em seguida, propusemos a brincadeira Telefone sem Fio, mas num formato diferente: utilizando corrida para transportar as mensagens.
Refletimos também sobre o que facilitou ou dificultou a nossa comunicação. Para incrementar, brincamos de Linha Cruzada: duas mensagens eram transmitidas ao mesmo tempo.
No pique direção, os alunos se deslocavam em direções que se alteravam a cada troca de palavra.
Tivemos ainda a brincadeira da centopeia, com balões de encher, e aproveitamos para enfatizar a importância do trabalho em equipe.

Língua Portuguesa nas F6

F6
Das tábuas de argila aos hieróglifos egípcios, os ideogramas chineses, glifos maias, os diversos alfabetos e, claro, os livros! Tudo isso será objeto de estudo das F6, em Língua Portuguesa.
Estamos construindo, por enquanto, um repertório de narrativas particulares, através das nossas memórias, ou seja, reconhecendo qual é a nossa trajetória, nossa história enquanto indivíduos em um determinado contexto social, familiar etc.
A partir dessa composição de relatos pessoais de cada um dos estudantes, vamos pensar como seria essa organização textual na sociedade como um todo. Resgataremos, então, os mitos antigos do Egito e da Grécia e estudaremos como foi a evolução da linguagem, comunicação e escrita da Antiguidade até hoje, passando futuramente pelos povos ameríndios e algumas nações africanas.
Como não poderia deixar de ser, teremos livros para nos guiar em todos esses assuntos. Com Pequena História da Escrita, de Sylvie Baussier, trabalharemos ao longo de todo o ano. Contemplaremos a história do nascimento da escrita, dos alfabetos, da imprensa e do papel das escolas e das bibliotecas na construção e elaboração do conhecimento.
A Tábua de Esmeraldas: Lendas e Mitos dos Antigos Mestres Alquimistas, que utilizaremos no primeiro trimestre, traz um pouco da história da Biblioteca de Alexandria, das narrativas gregas e egípcias e, como o próprio título sugere, pequenos ensinamentos dos mestres alquimistas. Em nossa trajetória de desenvolvimento da escrita, os mitos serão fios condutores nesse processo de linguagem, natureza, seres humanos e comunicação.
Em sala de aula, iniciaremos essas leituras no dia 20/3.

Eu Sou...

F6T
Na Tribo da F6T, continuamos nos aproximando, nos apresentando. Escolhendo palavras identificadoras, cada um se apresentou e se reapresentou ao grupo.
Conversamos sobre essas escolhas e pensamos juntos sobre o lugar que ocupamos no grupo. Esse é o lugar que eu quero ocupar? Por quê? Se não quero, desejo mudar? Como quero ser visto a partir deste momento?
De acordo com as autodefinições, temos no grupo alunos felizes, gulosos, comunicativos, nervosos, curiosos, legais, distraídos, desorganizados, implicantes, solidários, sorridentes, falantes, engraçados, participativos, espertos, bagunceiros e muito mais.

It's Carnival!

F6 e F7
On the streets and in the classroom.
Com o objetivo de botar o bloco na rua, brincar com as palavras e também pensar em tradução, as F6 e F7 pesquisaram blocos de rua do carnaval do Rio. Com seus nomes em mente, conheceram o livro Carnaval de Rua dos Blocos do Rio de Janeiro, uma edição bilíngue em que o autor, Aydano Motta, conta as origens e particularidades desses grupos. Nosso foco é pensar como é possível traduzir esses nomes tão gaiatos para a língua inglesa.
Está sendo também uma boa oportunidade para os estudantes conhecerem publicações em edição bilíngue e conhecer um pouco mais dessa cultura do carnaval carioca. Se nós recebêssemos turistas pra pular o carnaval nos blocos, o que contaríamos para eles? Quem se arrisca?
Firefly, the Green: é um bloco com consciência ecológica.
Kiss me in the Dark: é de inclusão, e seu público é de deficientes visuais do Instituto Benjamin Constant.
Come Back, Alice: desfila na Rua Alice, em Laranjeiras.
Christ’s Armpit: desfila na rua Jardim Botânico, "embaixo" do sovaco do Cristo Redentor.
Heaven on Earth: desfila lá no alto, em Santa Teresa, "pertinho" do céu.
Pitted Olive: se concentra em um bar chamado Azeitona.
Little Square's Bloco: reúne pais e filhos.

Sensibilização

F6, F7 e F8
O Projeto Institucional Conversa Vai, Conversa Vem: com a Palavra Você Também! foi bem recebido pelas F6, F7 e F8.
Nas aulas de Artes, animados com as inúmeras possibilidades de trabalho com o tema, os alunos formularam uma lista de desejos para o ano que se inicia. Expressaram suas expectativas e curiosidades com relação a movimentos e artistas e reforçaram a necessidade de exercitar as técnicas que precisam de maior investimento.
Brincamos com as reproduções de obras de arte escolhidas para a sinalização dos espaços da escola. As turmas formaram grupos, e cada grupo recebeu um envelope contendo uma dessas imagens.
Depois de rápida apreciação, pedimos que escrevessem três palavras relacionadas com a imagem recebida, mas que não a descrevessem de forma óbvia. As listas de palavras foram então trocadas entre os grupos, para servirem de dicas para a identificação das obras que as inspiraram.
Será que foi fácil encontrar as palavras adequadas?

Linha da Vida

F6, F7 e F8
Nas aulas de Teatro, as F6, F7 e F8 percorreram a "linha da vida", traçada no chão com fita crepe, como metáfora da "linha do tempo" das redes sociais.
Durante a trajetória, cada aluno contou livremente sua vida, desde o nascimento até o momento presente. Depois, algumas reflexões sobre a atividade foram levantadas: a maioria dos alunos faz uso de alguma rede social. É mais fácil falar de si nas redes ou fora delas? Nesse jogo, eu me desinibido ou me inibido?
Além de refletir sobre esses assuntos, tivemos a oportunidade de nos conhecer um pouco mais.

Marchinhas Teatrais

F6 e F8
Em grupos, os alunos de F6 e F8 criaram cenas teatrais sobre as marchinhas de carnaval. Cada grupo escolheu uma ou duas marchinhas como ponto de partida para imaginar uma situação cênica em torno dos enredos sugeridos nas letras.
Muitos personagens em contextos diversos apareceram, e as inesquecíveis marchinhas ganharam outros sentidos. Uma grávida com desejo de bananas; uma greve de caminhoneiros; uma florista em apuros e um casamento que nunca aconteceu são alguns exemplos do que surgiu.
As cenas criadas foram compartilhadas em sala.

Cartas de Amor Ridículas

F7
Nas aulas de Teatro de F7, as turmas foram apresentadas à história de amor mais famosa do carnaval e seus protagonistas: Pierrot, Colombina e Arlequim. Contam que o apaixonado Pierrot escrevia longas cartas de amor endereçadas à sua amada, mas nunca entregava. Inspirados por essa trama da Commedia Dell'Arte, pelas atividades cênicas e pelo poema Todas as Cartas de Amor São Ridículas, de Fernando Pessoa, os alunos assumiram o papel do Pierrot e escreveram, nas aulas de Língua Portuguesa, cartas de amor ridículas para a adorada e disputada Colombina.

"Querida Colombina,
Faz muito tempo que penso em ficar com você de novo, sob a luz do luar, observando as estrelas, como nós fazíamos. Tenho saudades de seus beijos longos e demorados, do cheiro, do seu perfume de rosas, de seus banhos de espuma. Até das brigas entre nós eu tenho saudade, porque sempre terminavam em um beijo. Saudades também das noites de sábado, das manhãs de domingo, onde passeávamos pelo parque e sentávamos embaixo da figueira, sempre no mesmo lugar.
Não consigo parar de pensar em você.
Pierrot"


"Queridíssima Colombina,
Eu mal sei por onde começar, então vamos tentar. Eu acho você muito bela, bonita, maravilhosa, tudo de bom que tem no mundo. Se um dia você ler esta carta, eu vou ficar muito grato. Penso em você o tempo inteiro. Quando estou dormindo, sonho com você, quando acordo, sou uma pessoa nova. Meu dia fica melhor quando penso em ti.
Pierrot"


"Querida Colombina,
Você é mais bonita do que a Lua. Eu adoro te ver dançar todo carnaval. Não me canso de te admirar. Adoro o brilho do teu olhar. Todo dia fico pensando em quando tomarei coragem para me declarar. Quando estou a sonhar não paro de pensar como seria se eu e você estivéssemos unidos, para juntos o carnaval celebrar.
Você poderia ao menos me amar? Porque eu já te amo muito! Queria poder me casar para a gente morar junto e passar o resto da vida juntos.
Com muito amor,
Pierrot"


"Colombina,
Eu queria que ainda desse... Mas só o tempo diz... Se ainda desse... Eu seria a pessoa mais sortuda desse mundo. A cada dia, a cada hora, cada minuto, cada segundo, fico mais apaixonado por você. Não é fácil, desse jeito que você é... maravilhosa, linda, legal, fica difícil de parar de gostar de você. Quando chega uma mensagem no celular, eu corro achando que é você. No banho, eu só penso em você. Quando saio na rua, eu penso em você. Eu tô incrivelmente apaixonado por você e queria que soubesse disso, mas não tenho coragem.
Pierrot."


"Oh, minha Colombina, Colombina, Colombina, você é a empada da minha azeitona, a lua do meu queijo, a goiabada do meu café. Seus olhos brilham como o meu sanitário polido, seu beijo é macio como a barriga de um bebê gordo. Estou com tanta saudades que todo dia beijo meu travesseiro.
Pierrot"


"Querida Colombina,
a mais bela, a mais linda
meu coração quando te encontrou
totalmente sem ar ele ficou
quando todo dia te vejo
parece que fui mordido por um percevejo
e assim eu ardo de desejo
seu olhar, seu sorriso, sua boca é o paraíso
pena que meu amor não é correspondido.
aquele tum tum que fazia
perdeu a graça e a harmonia.
Pierrot"

Palavra Puxa Palavra

F7T
Na Tribo da F7T, partindo da justificativa do Projeto Institucional, brincamos de palavra-puxa-palavra. As palavras que surgiram e nos convocaram a pensar foram: comunicação, voz, fala, liberdade de expressão, fake news, códigos, sinais, gestos, libras, diálogo, redes sociais, línguas, gíria, internet, mensagens...
Essas palavras, entre outras, aqueceram nossas mentes e possibilitarão, no espaço da Tribo, momentos de discussão, trocas e aprendizados.
De agora em diante vamos organizar as ideias, escolher assuntos e começar nossas rodas de conversa.

Será que Conversando...

F8T e F9T
...a Gente se Entende?
Nas Tribos de F8T e F9T, conversamos sobre a importância da boa comunicação quando queremos compartilhar o que pensamos, queremos e sentimos.
Lemos a crônica Comunicação, de Luis Fernando Veríssimo. Ao final, perguntamos: o que pode ser uma boa comunicação? O que precisamos para nos fazer entender? Sempre conseguimos nos expressar com clareza? O que nos impede? E quando não conseguimos nos expressar com clareza, o que pode acontecer?
Em meio a tantas reflexões, os alunos destacaram que falhas na comunicação resultam em conversas fragmentadas, confusas, e acabam, algumas vezes, ocasionando mal entendidos. E as conversas acabam por não acontecer com sua plena potência.
Precisamos estar atentos ao que falamos, a como falamos e, na mesma medida, atentos ao que escutamos e a como escutamos.
Foi dada a largada! Vamos continuar conversando.

Que Situação!

F9
Nas aulas de Biblioteca, as F9 comentaram suas leituras de férias e relataram dificuldades relacionadas à concentração. O apelo do celular apareceu com força nas discussões, o que nos deu ocasião de aprofundar o assunto. Através de um quadrinho, sugerido pela aluna Alice (F9T), e do curta-metragem Esquecimento, do Porta dos Fundos, falamos sobre como os celulares absorvem a nossa atenção.
Identificamos elementos estruturantes da narrativa do curta, compreendendo melhor os desdobramentos e intenções da história. E propusemos que, em grupos, os estudantes criassem uma narrativa breve, descrevendo uma situação desastrosa envolvendo o celular. Com a atividade, entramos em contato com elementos importantes do gênero argumento cinematográfico. Os grupos encenaram as narrativas e apresentaram para a turma. Aí vai a narrativa criada por Miranda, Sofia Amaro, Francisco Thiré e Ângelo (F9T):

"O Toque do Milagre
Em um velório, durante a reza, um telefone começa a tocar. Antes disso, todos estavam reunidos falando sobre o morto:
- Ele costumava lamber bateria de celular...
- Sim! Todo domingo a gente fazia isso, mas ele começou a fazer na quinta também e o corpo dele não aguentou a radiação.
- Pelo menos morreu fazendo o que gostava...
O telefone toca mais uma vez. O padre reclama, pedindo respeito. O telefone continua tocando. O cadáver atende:
- Pô, agora não vai dar, morri!
O padre desmaia. O defunto continua a falar:
- ...não dava para te convidar, porque já tá bem cheio...
- É um milagre!
O morto continua a falar:
-- Shhiii, com licença, por favor! Ninguém tem consideração... O assunto é importante. Desculpa aí, vou ter que desligar.
E o morto deita novamente."

Festival de Curtas

F9
O grande desafio para as F9 é a participação no Festival de Curtas. A atividade é conduzida por toda a equipe de artes, em parceria. Nas aulas de Dança, os estudantes conheceram um pouco da história do cinema e também os profissionais que trabalham na sétima arte. O vídeo Corte de Gastos, do Porta dos Fundos, abriu essa aula ilustrando de forma divertida a importância de cada função na realização de um filme.

Aniversários

De 2 a 15 de Março

2 Beatriz Pereira Pontual TAM
3 Rafael Dantas Zeraik TAT
3 Rafael Bassoul do Outeiro F8M
4 Felipe Nicolai de Souza Tenius F8M
5 Benjamin D'orey Fainguelernt F6M
5 Rodrigo de Mello França Mendes F9T
6 Antonio Rabello Dorchester F6M
6 Theo Buarque de Hollanda F9M
7 Mariana Taglialegna de Andrade Ramos F9T
7 Rafael Lins de Barros Guardatti TBM
8 Almir Gonçalves Benedito AUX
8 Joana Rocha da Luz F1BM
8 Mia Araujo Lima Rocha F8M
8 Laura Justus Amendoeira F1BM
8 Mateus Medina Goodier F4T
8 Cristina Gonçalves Martins F4M
9 Antonio Touma de Cerqueira Campos TBM
9 Clara Bassoul do Outeiro F4M
10 Luísa de Almeida Barros F4T
10 Manoela de Almeida Barros F5T
11 Gabriel Chartuni do Nascimento F2TN
11 Julio Novellino Serran F6M
11 Fernanda Cordeiro Ferreira AUX
11 Taiane Theodoro Pancaro Cavalheiro AUX
12 Paula Haddock Lobo de Almeida Magalhães F9M
12 Hugo Kemper Lima F4M
12 Theo Barros Boavista F3M
12 Flora Epelbaum Paranhos TAT
13 Raimundo Nicioli Queiroz PRO
14 João Pedro Ribeiro F Leibsohn Martins F7T
14 Clara Pereira Moço de Souza TAT
15 Aisha Rocha Coentro Burgos F9M
15 Maria Luiza de Souza Brakarz F6T
15 Manoel Miller Costa F3M
15 João Soares Caminha F6T