Notícias de 5 de Outubro de 2018 - Ano XXV

Para Todos

Dia da Criança e 70 Anos

É um privilégio comemorar os 70 anos da Escola Sá Pereira e o Dia das Crianças no Jardim Botânico, espaço público tão especial da nossa cidade. Amanhã, sábado, 6/10, esperamos por todos! Pedimos que olhem nosso site antes de saírem de casa. Qualquer alteração publicaremos na primeira página.
Haverá três momentos:
Das 9h às 10h30 - Educação Infantil e Primeiro Ano.
Das 10h40 às 12h - Ensino Fundamental I.
Das 12h às 13h40 - Ensino Fundamental II.
Programação Completa (link)
Cheguem com 40 minutos de antecedência para poderem comprar os ingressos a tempo de apreciar a exposição Memória da Sá Pereira. Os preços dos ingressos são: R$15,00 (inteira); R$7,50 (meia). Crianças até 5 anos têm gratuidade.
O Jardim Botânico - que está na memória de muitos de nós e na memória da cidade - é um museu vivo, um espaço de ciência e pesquisa. Por isso a direção nos pediu para lembrar suas regras aos convidados.
Não pode: patinete, balão, bola, alimentos no arvoredo. Mas há restaurantes e lanchonetes perto da entrada do Centro de Visitantes, além da lanchonete dentro do parque infantil. No site (link) tem mais informações.
Anotem algumas dicas ou sugestões.
Como se preparar: roupas e calçados confortáveis, garrafinha d'água, uma noite de sono bem dormida e, para quem precisa, o despertador para não perder a hora!
Informações importantes: nossos funcionários estarão uniformizados com camiseta azul; pedimos aos alunos que também usem a camiseta da escola; verifiquem no mapa do Jardim Botânico a localização do ponto de encontro do seu grupo.
Como chegar: sugerimos o uso de transporte público ou bicicleta.
Não percam! #sapereira70anos

Papo Aberto 3

No dia 10/10, quarta-feira, às 18h30, realizaremos o próximo Papo Aberto, parte da programação que comemora os 70 anos da escola. Receberemos Carlos Alberto de Mattos Ferreira, doutor em saúde coletiva e psicólogo, para refletirmos sobre as intensas transformações na cultura e seus impactos sobre as subjetividades dos jovens. O que difere a adolescência contemporânea da vivida pelas gerações pré-redes sociais? Que modelos de identificação pessoal e profissional são possíveis e acessíveis aos jovens de hoje? Como pais e professores podem acompanhar e apoiar os jovens nessa etapa da vida? Auditório da Pequena Cruzada, Av. Epitácio Pessoa, 4.866 - Lagoa. Restam pouquíssimas vagas. Faça sua inscrição! Inscrições neste link.

Matrícula de Alunos Novos

Comunicamos aos que nos visitaram, interessados em vagas para 2019, que as primeiras convocações já foram feitas por email, observando os critérios de prioridade expostos em nosso site (link). Gostaríamos de poder atender a todos, mas, como avisado nas reuniões de apresentação da proposta pedagógica, somos uma escola pequena e temos poucas vagas. Caso haja alguma desistência, faremos novas convocações.
As matrículas para as crianças convocadas para a Educação Infantil serão de 8 a 11/10, das 9h às 11h30 e das 14h às 16h30. Caso você não compareça até essa data, entenderemos como desistência.
Para as turmas de Ensino Fundamental, de 24 a 26/10, depois de divulgados os resultados do processo de avaliação e convivência, marcado para a semana de 16 a 19/10. Aguardamos o envio da confirmação da participação nesse processo das crianças convocadas até o dia 11/10.

Feriados

Teremos um feriadão na próxima semana. Sexta-feira, 12/10, é dia de N.S. Aparecida e Dia das Crianças! E na segunda-feira, 15/10, é o Dia dos Professores e Auxiliares de Ensino. Aproveitem!
Agradecemos aos nossos professores pela dedicação e compromisso em manter nossa escola com essa energia tão vibrante. Parabéns a todos!

Avisos EFII

O Sarau Está Chegando!

EFII
Alô, Fund. II e F5, o Sarau já está chegando! O evento mais esperado do ano acontecerá no dia 19/10, sexta-feira, das 18h30 às 21h.
As inscrições para as apresentações já estão encerradas e as F8 estão agora envolvidas nos preparativos finais.
Lembrando que este é um evento musical interno, destinado a F5, Fund. II, ex-alunos, professores e funcionários da escola.

Reunião de Pais de F6 e F8

F6 e F8
F6 - 18/10 (qui) - 19h30.
F8 - 18/10 (qui) - 18h.
Sugestões de pauta são sempre bem-vindas; encaminhem para a Orientação.

F7 no Parnaso

F7
Na próxima terça-feira, 9/10, as F7 visitarão o Parque Nacional da Serra dos Órgãos durante todo o dia, com saída programada para 7h e retorno para 18h. Pedimos que cheguem na escola às 6h30 para não haver atrasos.
Os estudantes serão acompanhados pelo coordenador Pedro Henrique, pelas professoras Luciana e Jade Prata e as auxiliares Priscila e Diana, além da equipe pedagógica do Instituto Moleque Mateiro.
Recomendamos que cada estudante vista calça comprida e tênis confortável e leve protetor solar, repelente, boné, uma camisa de manga comprida (para proteção contra os mosquitos do mangue), roupa de banho, toalha e lanches saudáveis para manhã e tarde.

Ensino Médio para F9

F9
O Ceat fará uma reunião para pais novos no dia 27/10, sábado, às 9h.

Arte, Ditadura e Resistência

F9
Na próxima quinta-feira, 11/10, as F9 receberão a pesquisadora Aline Jobim para um bate-papo sobre arte, ditadura e resistência.
A referência será a dissertação de mestrado de Aline, Comissão Nacional da Verdade, Arte e Intervenção no Espaço Público, e a exposição Carta Sapato, realizada na PUC-Rio em 2017, sob a curadoria da autora. O encontro ocorrerá durante as aulas de História, com a mediação do professor Quincas.

Sobre as Turmas

Frações e Poncentagens

F6
Continuando o estudo das frações, as F6 aprenderam o que, aqui na Sá Pereira, chamamos de Borboleta, uma forma diferente de organizar o cálculo. Esse esquema terá muita utilidade em assuntos como a proporcionalidade, e que serão estudados ao longo do Fundamental II.
Em seguida, iniciamos o estudo da porcentagem, tão esperado pelos alunos. Os estudantes perceberam que porcentagem nada mais é do que uma fração com denominador cem. Sabendo trabalhar com o esquema da Borboleta, o cálculo de porcentagem fica muito mais fácil de entender.
E para deixar o cálculo mental de porcentagens mais divertido, fizemos um jogo no estilo de Stop.

Potenciação e Radiciação

F7
Para completar as novidades no estudo de frações e de decimais, as F7 aplicaram seus conhecimentos prévios de potenciação e radiciação.
Trabalho, dedicação e muitos exercícios foram necessários para que os alunos assimilassem o cálculo de casas decimais resultantes de operações com números decimais. Um tanto mais difícil que as operações com frações.
No final, porém, deu tudo certo!

Commedia Dell'Arte

F7
Os alunos estudaram a Commedia Dell'Arte e sua influência no teatro popular brasileiro. Vimos as principais características dessa manifestação e as técnicas utilizadas para atrair a atenção dos espectadores em espaços abertos: música, atuação exagerada, máscaras, bonecos e adereços.
Identificamos os temas mais abordados pelos personagens-tipo e também os seus jargões.

O Outro Lado de 1808

F8
Nas discussões das F8 sobre o Rio de Janeiro do tempo de D. João VI, abordamos aspectos do cotidiano dos moradores, como as condições de saúde e as terapias utilizadas.
Lemos O Outro Lado de 1808, que conta as adversidades da vida na cidade, sob o ponto de vista dos escravos e forros.
Analisamos Loja de Barbeiros, de Debret, e lemos seus escritos. Debret narrava o cotidiano dos barbeiros sangradores e suas habilidades.
Assistimos ao vídeo O Sangrador e o Doutor, sobre essas práticas comuns, reconhecidas como eficientes pela população e autorizadas pelo governo da época.

Um Mundo a Ser Interpretado

F8
Voltamos ao estudo dos enunciados nas F8! A interpretação de textos voltou a ser estrela ao estudarmos sistemas de equações. Nosso estudo foi dividido em três partes: interpretação de texto, transcrição do português para "matematiquês" e resolução dos sistemas. Utilizando três fichas (cada uma focando especificamente um desses tópicos) e exercícios no caderno, aprofundamos o estudo de equações, feito no primeiro trimestre.

Projetos em Artes

F8
As F8 começaram a desenvolver, em paralelo com o estudo da ficha sobre a história da arte, os projetos do segundo semestre.
Cada aluno fez, em A3, um desenho da figura humana estilizada, e escolheu um contexto para inseri-la. Esse contexto deveria contar uma história, passar uma mensagem ou fazer alguma crítica. Incentivamos também a exploração de dois ou mais planos. Para a finalização, cada um pôde escolher aquarela, recortes, lápis de cor...
Surgiram propostas bem interessantes e atuais, que mostram um pouquinho do que está se passando na cabeça e no coração dessa galera. Vale conhecer.

Teatro do Oprimido

As F8 conheceram Augusto Boal, o Teatro do Oprimido, o contexto histórico em que este foi criado e suas principais características.
Depois de assistir a uma reportagem no programa Arquivo N sobre a trajetória de Boal, os alunos experimentaram o Teatro-Jornal, uma forma de ação teatral em que uma notícia de jornal ou qualquer outro material sem propósito dramático é transformado em cenas. Cada grupo escolheu uma matéria de jornal para encenar livremente.
Em seguida, estudamos outra técnica do Teatro do Oprimido: o Teatro Fórum. Nessa proposta, o público participa das encenações e debate o melhor desfecho para as questões apresentadas. Os alunos elaboraram e encenaram roteiros com problemas de difícil solução, e que foram debatidos pelas turmas.

Feliz Ano Velho

F8
As F8 começaram a leitura da autobiografia de Marcelo Rubens Paiva (1982) e souberam que diferentes casas editoras publicaram esse livro: a histórica Brasiliense, o Círculo do Livro, a Companhia das Letras e a Alfaguara, o que atesta a boa aceitação da obra ao longo do tempo.
Falamos da importância desse livro para a geração pós-ditadura militar. Discutimos os elementos que caracterizam o gênero autobiografia e comentamos também o registro informal, que nos aproxima da dinâmica da fala. O ritmo da narrativa, de início acelerado e que vai se tornando mais lento, chamou a atenção dos alunos.
Vimos a cena inicial do livro, contando o acidente sofrido pelo autor, transportada para o filme de Roberto Gervitz (1987), e pudemos falar sobre as diferenças entre a narrativa original, literária, e a adaptação para a linguagem cinematográfica.
Estamos nos aproximando da descrição da experiência de “desconectar-se de seu corpo e reconectar-se com um corpo novo”, segundo Marcelo.
Os alunos estão fazendo uma primeira produção escrita, inspirada em uma passagem do terceiro capítulo, em que Marcelo se vê pela primeira vez no espelho e percebe um pouco melhor a gravidade e as consequências do acidente que sofreu.

K.

F9
As F9 começaram a leitura do romance de Bernardo Kucinski. A conversa sobre o livro partiu da exploração do misterioso título, que nos sugere as ideias de desaparecimento e ocultamento, além de remeter ao sobrenome do autor. Sim, o romance trata do desaparecimento de uma pessoa da família Kucinski. Recolhemos, nos dois primeiros capítulos, pistas que levaram os alunos às primeiras hipóteses.
Na mesma semana, as turmas fizeram uma aula-campo de História no Arquivo Nacional, e trouxeram uma informação-chave: uma desaparecida, sequestrada pela ditadura militar brasileira, chamava-se Ana Rosa Kucinski. Pedro Flaksman (F9M) estava com um panfleto, distribuído durante a visita, reproduzindo um cartaz de busca por desaparecidos. Esse cartaz mostrava o rosto de Ana Rosa. Seria Bernardo Kucinski o pai de Ana Rosa?
Prosseguiremos essa leitura, um registro de memória, acompanhando a busca por sentido, feita pela família Kucinski, em meio às atrocidades cometidas pelo regime militar brasileiro.

Jornais e Discurso

F9
Parte do imaginário coletivo talvez ainda abrigue a ideia de que notícias são objetivas e narradas com imparcialidade.
Sabemos, porém, que escolhas vocabulares e arranjos sintáticos podem deixar entrever posições políticas e opiniões.
Nas F9, complementamos o estudo das vozes verbais analisando comparativamente notícias de diferentes jornais. Lemos como os jornais da época noticiaram o golpe militar no dia 2 de abril de 1964. Analisamos também as primeiras páginas de jornais do dia 22 de junho de 2018, quando houve o velório do menino Marcus Vinícius, morador da Maré, vítima da intervenção militar. Percebemos posicionamentos observando sujeitos das orações e escolhas de vozes verbais; e também o tratamento visual dado às informações. Pudemos explorar a sintaxe da combinação de diferentes notícias e também a leitura de linguagem não verbal.
Em grupos, os alunos deverão fazer o mesmo tipo de análise discursiva: escolherão um evento e compararão o modo como ele foi narrado pelos diferentes jornais. Haverá apresentação oral para a turma e produção de cartazes.

Semelhanças entre Polígonos

F9
Algumas situações possibilitaram às F9 observar condições que poderiam levar às semelhanças entre figuras diversas. Este assunto é importante para o Ensino Médio e geralmente traz dificuldades para os estudantes. Mas foi fácil, já que vinha associado ao tópico anterior. O último exercício do livro a abordar a questão deu a oportunidade de avaliarmos o caso particular dos triângulos retângulos.
Assim, iniciamos relações métricas de triângulos retângulos, estudo que se estenderá num continuum de aprendizagem, preparando os alunos para a trigonometria.

Bate-papo Sobre Vícios

F9
As F9 receberam a visita do psiquiatra Marcelo Piquet para um bate-papo sobre drogas e vício.
De forma descontraída, cuidadosa e afetiva, o convidado nos apresentou um conceito ampliado de vício, conceito este formado através das suas experiências profissionais com o tratamento de dependentes químicos e de portadores de outros transtornos que preocupam a sociedade contemporânea.

De Todos

Verão em Rildas

Daniel Caetano, pai do Bernardo (F3T), convida todos para assistir Verão em Rildas, seu mais recente trabalho, em cartaz no Estação Botafogo, às 17h05. O filme mistura documentário e ficção para falar da geração de estudantes que prestou Enem, saiu da casa dos pais e foi morar em repúblicas para estudar nas novas faculdades abertas em cidades pequenas, pelo país afora. Trata também de um caso polêmico que atravessou o caminho dos alunos de Daniel Caetano da UFF de Rio das Ostras, o episódio da performance que ficou conhecida por Xerek Satanik.
Verão em Rildas está sendo exibido também em Niterói e em São Paulo.

Aniversários

De 6 a 10 de Outubro

6 Maria Fernanda Lages Paschoaleto F7T
6 Joaquim Grillo Klejnberg TET
6 Bernardo Cardoso de Almeida Vieira F7M
6 Laura Miranda Adnet TAT
6 Vicente Miranda Adnet TAT
6 Maria Antonia Carvalho Ferreira TGM
7 Joaquim Suarez Cabral F3M
7 Caetano Arruda Varoni de Castro TGM
8 Júlio Mello Nogueira F8T
9 Nina Inerelli Mano F5M
9 Carolina Naice de Oliveira TGT
9 Alice Kodama Flexor F9T
10 Helena Lent Santos AUX
10 Mariana Conde Cavagnari PRO
11 Nina Mureb Bruno F2M
12 Marina Yalom de Mello F1AT
12 Rita de Cassia Cardoso de Oliveira AUX
12 Rafael Martins Rodrigues F9T
12 Rosangela Machado de Oliveira Caldas PRO