Notícias de 5 de Outubro de 2018 - Ano XXV

Para Todos

Dia da Criança e 70 Anos

É um privilégio comemorar os 70 anos da Escola Sá Pereira e o Dia das Crianças no Jardim Botânico, espaço público tão especial da nossa cidade. Amanhã, sábado, 6/10, esperamos por todos! Pedimos que olhem nosso site antes de saírem de casa. Qualquer alteração publicaremos na primeira página.
Haverá três momentos:
Das 9h às 10h30 - Educação Infantil e Primeiro Ano.
Das 10h40 às 12h - Ensino Fundamental I.
Das 12h às 13h40 - Ensino Fundamental II.
Programação Completa (link)
Cheguem com 40 minutos de antecedência para poderem comprar os ingressos a tempo de apreciar a exposição Memória da Sá Pereira. Os preços dos ingressos são: R$15,00 (inteira); R$7,50 (meia). Crianças até 5 anos têm gratuidade.
O Jardim Botânico - que está na memória de muitos de nós e na memória da cidade - é um museu vivo, um espaço de ciência e pesquisa. Por isso a direção nos pediu para lembrar suas regras aos convidados.
Não pode: patinete, balão, bola, alimentos no arvoredo. Mas há restaurantes e lanchonetes perto da entrada do Centro de Visitantes, além da lanchonete dentro do parque infantil. No site (link) tem mais informações.
Anotem algumas dicas ou sugestões.
Como se preparar: roupas e calçados confortáveis, garrafinha d'água, uma noite de sono bem dormida e, para quem precisa, o despertador para não perder a hora!
Informações importantes: nossos funcionários estarão uniformizados com camiseta azul; pedimos aos alunos que também usem a camiseta da escola; verifiquem no mapa do Jardim Botânico a localização do ponto de encontro do seu grupo.
Como chegar: sugerimos o uso de transporte público ou bicicleta.
Não percam! #sapereira70anos

Papo Aberto 3

No dia 10/10, quarta-feira, às 18h30, realizaremos o próximo Papo Aberto, parte da programação que comemora os 70 anos da escola. Receberemos Carlos Alberto de Mattos Ferreira, doutor em saúde coletiva e psicólogo, para refletirmos sobre as intensas transformações na cultura e seus impactos sobre as subjetividades dos jovens. O que difere a adolescência contemporânea da vivida pelas gerações pré-redes sociais? Que modelos de identificação pessoal e profissional são possíveis e acessíveis aos jovens de hoje? Como pais e professores podem acompanhar e apoiar os jovens nessa etapa da vida? Auditório da Pequena Cruzada, Av. Epitácio Pessoa, 4.866 - Lagoa. Restam pouquíssimas vagas. Faça sua inscrição! Inscrições neste link.

Matrícula de Alunos Novos

Comunicamos aos que nos visitaram, interessados em vagas para 2019, que as primeiras convocações já foram feitas por email, observando os critérios de prioridade expostos em nosso site (link). Gostaríamos de poder atender a todos, mas, como avisado nas reuniões de apresentação da proposta pedagógica, somos uma escola pequena e temos poucas vagas. Caso haja alguma desistência, faremos novas convocações.
As matrículas para as crianças convocadas para a Educação Infantil será de 8 a 11/10, das 9h às 11h30 e das 14h às 16h30. Caso você não compareça até essa data, entenderemos como desistência.
Para as turmas de Ensino Fundamental, de 24 a 26/10, depois de divulgados os resultados do processo de avaliação e convivência, marcado para a semana de 16 a 19/10. Aguardamos o envio da confirmação da participação nesse processo das crianças convocadas até o dia 11/10.

Feriados

Teremos um feriadão na próxima semana. Sexta-feira, 12/10, é dia de N.S. Aparecida e Dia das Crianças! E na segunda-feira, 15/10, é o Dia dos Professores e Auxiliares de Ensino. Aproveitem!
Agradecemos aos nossos professores pela dedicação e compromisso em manter nossa escola com essa energia tão vibrante. Parabéns a todos!

Avisos Pereirinha

Pedido para Turma do Umbigo

Turma do Umbigo
Pedimos às famílias que enviem alguma peça de roupa ou sapato que não caiba mais nas crianças, para constatarmos o quanto elas já cresceram.

Sobre as Turmas

Passeio e Natureza

Turma do Corpo
As crianças da Turma do Corpo brincaram felizes no passeio ao Parque Lage. Depois de vivenciar uma manhã muito agradável, contemplando e interagindo com a natureza, escrevemos um texto coletivo para narrar nossas experiências nesse dia tão divertido. Construir um texto juntos foi um desafio para os pequenos, que precisaram relembrar acontecimentos passados, organizar o pensamento, escutar os amigos e esperar a sua vez de falar.
"Nós fomos ao Parque Lage. Encontramos no caminho uma palmeira imperial, que é uma árvore muito grande. Brincamos na natureza com terra, pedras, flores vermelhas e panelinhas. Ouvimos o som do macaco e dos passarinhos. Vimos formigas e uma borboleta preta. Sentamos em um tronco de árvore que tinha caído. Depois pegamos o ônibus e chegamos na escola."

Brincando no Parque

Turma do Pé
A Turma do Pé foi passear no Parque Lage. A euforia tomou conta de todos desde a chegada. Encontramos pedaços de plantas caídos no chão, além de formigas, gravetos, folhas e flores, que foram recolhidos pelas crianças para a nossa brincadeira.
Sob os arbustos, a criançada soltou a imaginação e brincou muito com os elementos da natureza encontrados no parque e também com os brinquedos que levamos da escola, como pás, escumadeiras, potinhos e funis.
Para surpresa de todos, acrescentamos água e as crianças brincaram de fazer comidinha com terra, folhas picadas e flores.
Foi uma tarde de muito encantamento e alegria.

Viva o Forró!

Turma da Careta
A Turma da Careta fez a retrospectiva do que conhece sobre o forró, revendo fotos e textos coletivos.
"Eu amei o Luiz Gonzaga." (Bento G.)
"A gente dança forró bem pertinho do amigo. Tem que colar a barriga!" (Rafael)
"Meu vovô veio tocar sanfona pra gente." (Letícia)
"O forró mexe com o meu coração." (Caetano)
"Eu trouxe a sanfona do Vicente. Ela era linda!" (Catarina)
"Eu gostei de desenhar com o palito no isopor." (Joana)
"A gente dançou muito! É difícil dançar forró." (Marina)
"Na festa junina também teve forró." (Antonio)
Foi incrível perceber quantas coisas aprendemos juntos. A partir da fala do Antonio, resolvemos voltar às nossas pesquisas relacionadas à festa junina. As crianças logo lembraram do barro utilizado por Mestre Vitalino. Inspirada, cada criança modelou um Luiz Gonzaga com argila. Aproveitamos para nos aproximar também da matemática. Calculamos quantos pedacinhos de argila seriam necessários para compor nossos bonecos. Experimentando, solucionando problemas e realizando pequenas contagens, as crianças se aproximaram de noções numéricas e aguçaram o raciocínio lógico.
Fomos também denominando cada parte do corpo, conforme íamos produzindo nossos bonecos: cabeça, tronco, braços e pernas. As crianças ficaram felizes e orgulhosas de suas produções. Venham apreciar!

Mestre Vitalino

Turma da Boca
As pesquisas da Turma da Boca sobre o forró, sua relação com o corpo e a cultura, estão a todo vapor. Agora foi a vez de conhecer Mestre Vitalino, artesão que retratava em bonecos de barro a cultura nordestina. As crianças observaram uma de suas obras e se inspiraram para modelar bonecos em argila, atentas às sensações corporais:
"Achei meio grudenta." (Lia)
"Usei argila com as minhas mãos e senti ela molhada." (Tomás C.)
"Achei mole, grudenta e gelada." (Maria)
"Ela estava um pouquinho dura." (Leonardo)
"Gruda muito." (Tomás F.)
"Senti frio nas mãos." (Alice)
"Fiz o corpo do boneco, grudou e escorregou da minha mão." (André)
"Fiz força com as mãos e segurei igual ao Mestre Vitalino." (Guilherme)
Esse momento permitiu aos pequenos aproximarem-se de conceitos matemáticos como quantidade, volume, tamanho e forma. Realizamos contagens ao separarmos a argila para compor as partes do corpo, modelando cada uma com atenção e dedicação.

Bingo! Emília Vai Passear

Turma da Cambalhota
A Turma da Cambalhota conheceu o bingo e se envolveu com o mundo da escrita. O desafio começou com a organização do jogo, pois cada criança precisou contar e separar seis tampinhas e pegar uma cartela contendo seis letras.
O primeiro a completar a cartela gritava "bingo!"
Assim, de forma lúdica, todos foram reconhecendo as letras do alfabeto, explorando a linguagem oral e a escrita. Um desafio e tanto!
Temos curtido muito a companhia de nossa boneca Emília. Já podemos levá-la para passear nas casas das crianças da turma. A partir da próxima segunda feira, 8/10, Emília passará dois dias na casa de cada uma. Na volta, a criança da vez contará para a turma o que a Emília fez. O que será que essa bagunceira vai aprontar nas casas das crianças? Para que o rodízio aconteça da melhor maneira possível, é importante que todos fiquem atentos ao dia de trazer a boneca de volta para a escola, garantindo, assim, que os amigos participem.
Fiquem atentos à etiqueta que seguirá nas agendas sinalizando o dia do retorno.

Medindo com as Mãos

Turma do Umbigo
Ainda inspiradas em situações-problema envolvendo a matemática e o corpo, as crianças da Turma do Umbigo ouviram Minha Mão É uma Régua, de Kim Seong-Eun. Nessa história, uma menina muito curiosa percebe o quanto já cresceu e, por isso, suas roupas e sapatos não lhe servem mais. E que pode usar a própria mão para se medir...
Envolvidos com a história, brincamos de medir os amigos usando as mãos, comparando tamanhos de braços e pés.

Aniversários

De 6 a 10 de Outubro

6 Maria Fernanda Lages Paschoaleto F7T
6 Joaquim Grillo Klejnberg TET
6 Bernardo Cardoso de Almeida Vieira F7M
6 Laura Miranda Adnet TAT
6 Vicente Miranda Adnet TAT
6 Maria Antonia Carvalho Ferreira TGM
7 Joaquim Suarez Cabral F3M
7 Caetano Arruda Varoni de Castro TGM
8 Júlio Mello Nogueira F8T
9 Nina Inerelli Mano F5M
9 Carolina Naice de Oliveira TGT
9 Alice Kodama Flexor F9T
10 Helena Lent Santos AUX
10 Mariana Conde Cavagnari PRO
11 Nina Mureb Bruno F2M
12 Marina Yalom de Mello F1AT
12 Rita de Cassia Cardoso de Oliveira AUX
12 Rafael Martins Rodrigues F9T
12 Rosangela Machado de O Caldas PRO