Notícias de 24 de agosto de 2018 - Ano XXV

Avisos EFII

Reunião e Plantão - Errata

Fundamental II
No último Informe divulgamos a data do Plantão de F6 e F8 como sendo de Reunião de Pais. São estas as datas corretas:
Reunião de Pais:
F6 - 18/10 (qui) - 19h30
F7 - 30/8 (qui) - 19h
F8 - 18/10 (qui) - 18h
Sugestões de pauta são sempre bem-vindas; encaminhem para a Orientação.
Plantão:
F6 e F8 - 27/9 (qui) - 18h
F7 e F9 - 4/10 (qui) - 18h

Frankenstein para F8

F8
No dia 11/9 as F8 iniciarão, nas aulas de Inglês, a leitura coletiva de Frankenstein, de Mary Shelley, retold by Patrick Nobes, Oxford University Press.
O livro está disponível na Papelaria Papel aos Pedaços. Pedimos que as famílias o providenciem até a data do início da leitura.

Queermuseu para F8

F8
O tema Sexualidades passa a fazer parte das discussões dos projetos de pesquisa das F8. Para ampliar as reflexões, recomendamos a visita à recém-aberta exposição Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira, no Parque Laje, Rua Jardim Botânico, 414.
A mostra explora a expressão e a identidade de gênero, a diversidade e a diferença na arte brasileira, por meio de um conjunto de obras que percorrem o arco histórico de meados do século 20 até a atualidade.
Menores de 14 anos têm entrada permitida apenas acompanhados da família.
Mais informações no site da EAV (link).

Ensino Médio para F9

F9
Atenção, pais e alunos das F9!

Colégio Pedro II
As pré-inscrições para o concurso de admissão ao Ensino Médio estarão abertas de 6 a 30/8, devendo ser efetuadas exclusivamente via Internet, pelo responsável do candidato.
Mais informações no site do CPII.

Colégio São Vicente
Está aberta a inscrição para a prova seletiva para o primeiro ano do Ensino Médio. Pedimos que os alunos interessados se inscrevam até o dia 15/9. A convivência será em setembro e, em breve, divulgaremos a data. A avaliação está marcada para o dia 20/10, sábado, das 9h às 13h.
O encontro para a apresentação da proposta pedagógica aos pais de alunos novos será no dia 18/9, terça-feira, às 8h.
Para mais informações, entrar em contato com a a Secretaria do colégio.

Escola Parque
A reunião de pais para a apresentação da filosofia da escola e dos projetos pedagógicos para o Ensino Médio será no dia 22/8, quarta-feira, às 19h30.
A avaliação está marcada para o dia 22/9, sábado, às 8h.
A inscrição pode ser feita durante uma visita à Escola Parque, pelos telefones 3528-4425 e 3528-4424, ou ainda pelo e-mail novosalunosgavea@escolaparque.g12.br.

Colégio QI
O QI convida os pais para a reunião de apresentação da sua proposta pedagógica para o Ensino Médio, a ser realizada no dia 5/9, quarta-feira, às 18h, no QI Botafogo.

No Intenso Agora para F9

F9
Para ampliar os estudos sobre os acontecimentos de 1968 nas aulas de História, recomendamos para as F9 assistir ao filme No Intenso Agora, de João Moreira Salles. Feito a partir da descoberta de filmes caseiros rodados na China em 1966, durante a fase inicial da Revolução Cultural, o filme investiga a natureza de registros audiovisuais gravados em momentos de grande intensidade.
Às cenas da China somam-se imagens dos eventos de 1968 na França, na Tchecoslováquia e, em menor quantidade, no Brasil. As imagens, todas de arquivo, revelam o estado de espírito das pessoas filmadas e também a relação entre registro e circunstância política.
O filme será exibido no Instituto Moreira Salles amanhã, 25/8, e no domingo, 26/8, às 11h30. Mais informações no site do IMS (link).

Sobre as Turmas

Terrário

F6
As F6 construíram um modelo de ecossistema terrestre. Partindo da definição, os alunos listaram os componentes necessários e, em grupos, responsabilizaram-se por trazer espécies vegetais.
Na aula seguinte, montamos os terrários com as camadas de solo, rochas, areia, argila e terra preta em proporções diferentes. Depois, plantamos as sementes e as mudas e, em seguida, acrescentamos um resíduo orgânico (pedaço de fruta) e um inorgânico (plástico). Os alunos regaram e finalmente vedamos o recipiente para observar fenômenos naturais, como a decomposição, a precipitação e o crescimento vegetal.
As turmas criaram hipóteses sobre o que aconteceria com os fatores abióticos (solo e água), com os resíduos e com as plantas, e foram anotando em fichas. Fizeram também o relatório de acompanhamento da experiência, com o passo a passo da construção, a verificação das hipóteses e a evolução das condições do terrário.

A História da Nossa Cidade

F6
As F6 relembraram momentos importantes para o estudo da questão indígena no passado e no presente, como a aula-campo na Fortaleza de São João, na Urca, onde os portugueses desembarcaram em 1565 para expulsar os franceses que tinham se instalado nos arredores dez anos antes.
O nascimento da nossa cidade ao redor da baía da Guanabara, depois da guerra que envolveu portugueses, temiminós, franceses e tupinambás; conflitos europeus que se desdobraram na América e conflitos indígenas que já existiam neste território muito antes de os europeus chegarem; a importância da construção de fortalezas para a defesa do território colonial e consolidação do processo de colonização e o contexto das Grandes Navegações foram temas que voltaram à discussão, para continuidade e aprofundamento.

Visita na Tribo de F6M

F6M
Na Tribo da F6M recebemos Márcio Carvalho de Oliveira, pai da Clarice (F6M). Ele trabalha com segurança da informação e é desenvolvedor de softwares.
Conversamos sobre o necessário cuidado com estranhos; os perigos da exposição na internet; formas de se proteger e cuidar dos amigos. Ele comentou que podemos passar, em vídeos ou fotos, informações que, apesar de aparentemente sem importância, acabam nos expondo e nos tornando vulneráveis.
Explicou os tipos de ataque que nossos computadores correm o perigo de sofrer e como coisas sigilosas são descobertas através desses ataques.
O encontro foi muito proveitoso. Surgiram várias dúvidas e, em breve, nos encontraremos novamente para continuar a conversa.

Pluralidade no Iluminismo

F7
As F7 estão ampliando e aprofundando o estudo do Iluminismo. Após a abordagem das ideias em torno das quais os pensadores iluministas se uniram, passamos discutir suas divergências e pontos de vista. Conceituamos o Iluminismo não como movimento, mas como filosofia que permitiu a inclusão de opiniões e visões de mundo com diferentes nuances.
Em nossa dinâmica de estudo, frases de Rousseau, Voltaire, Montesquieu, D'Alembert, Diderot e John Locke circulavam pela sala, para que cada grupo de alunos escolhesse uma e apresentasse para a turma.
Utilizamos também o relato de uma discussão entre Rousseau e Voltaire. Esse texto ajudou a esclarecer o fato de esses pensadores conciliarem os pontos de vista convergentes com os aspectos sobre os quais discordavam.
Na sequência, trouxemos para o debate Simón Bolívar, Mary Wollstonecraft, Thomas Paine, Toussaint Louverture e Cipriano Barata, mostrando que o Iluminismo não ficou restrito aos pensadores homens e europeus.
Os alunos, em grupos, criaram slides para a apresentação dos trabalhos. Pudemos, assim, entender a complexidade e diversidade do conceito de liberdade nos séculos 18 e 19, apropriado sob diferentes óticas, formas e contextos, na América, na Europa, por um enciclopedista, um ex-escravo ou uma mulher.

Surpresa Teatral

F7
Nas aulas de Português, as F7 estão lendo O Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna. A leitura nos motivou a investigar as peças do acervo da nossa Biblioteca Monteiro Lobato. Em grupos, os estudantes escolheram livros e começaram a fazer leituras dramatizadas de algumas cenas.
As cenas escolhidas foram levadas para as aulas de Teatro para que aspectos do texto dramático e da atuação fossem trabalhados.
A parceria entre as aulas e o envolvimento dos estudantes permitiram uma intervenção literário-teatral! As F7 fizeram pequenas apresentações das cenas escolhidas para as turmas do Fundamental I e Fundamental II, com propostas diversificadas e muita qualidade.
As duas turmas escolheram a mesma cena de Arlequim de Carnaval, de Ronaldo Correia de Brito e Assis Lima, e cada grupo encenou a seu jeito, mostrando como o texto se adapta a quem o encena.
Na F7M, os reis marcaram presença com as peças O Rei de Quase-Tudo, de Eliardo França, e O Bobo do Rei, de Angelo Brandini e Gabriela Romeu. Contamos também com uma cena de Santo Inquérito, de Dias Gomes, e a recriação da final da Copa do Mundo de 2002.
Na F7T tivemos uma série de adaptações de cenas de Romeu e Julieta, das mais tradicionais às mais modernas. Teve até Romeu virando personagem de videogame!
Assim, encerramos a nossa investigação e começamos a mergulhar nas aventuras de Chicó e João Grilo. Quem sabe se eles não aparecem em outra intervenção?

Corpo na América Latina

F7
As F7 foram convidadas a refletir sobre o corpo latino-americano. Como é esse corpo? Quais são os corpos da América Latina? Quem é latino-americano?
Percebemos que, apesar de termos firmada nossa identidade de brasileiros, não nos sentimos ou pensamos em nós como latino-americanos.
Tivemos uma aula especial sobre o corpo na América Latina, conduzida pelo Paolo, auxiliar da F9M. Ele partiu da ideia de África como berço da humanidade e local de onde teriam vindo os primeiros humanos que chegaram ao território que viria a ser das Américas; depois, passou a apresentar as civilizações pré-colombianas que aqui se estabeleceram e prosperaram: desde as mais antigas e menos conhecidas, como os manteñas, os chachapoyas e os chimus, descobertos apenas recentemente, até os grandes impérios mais conhecidos, como o maia, o asteca e o inca.
Paolo discorreu sobre organização social; arquitetura e urbanismo; economia e agricultura; e também comentou a questão estética dos corpos em sua intensa relação com a natureza nas atividades cotidianas, na religião e na concepção de arte. Relação essa que deve ser reconhecida como mais ecológica e sustentável que as relações de exploração posteriormente estabelecidas no território pela sociedade colonial.
Para encerrar, Paolo retomou a reflexão sobre o corpo latino-americano no período da colonização europeia e explicou como ocorreu o processo de exploração das populações nativas, retomando as quatro formas de olhar para os corpos ameríndios: como instrumento de trabalho; como fonte de pecado; o corpo feminino como fonte de reprodução e o masculino como expressão de virilidade.

Dear Body

F8
Iniciamos o semestre propondo uma brincadeira para as F8: depois de apreciar To the Body, de Rudy Francisco (link), os alunos tinham que conversar poeticamente com uma parte de seu corpo.
"Dear voice, think before you speak" (Jair - F8M)
"...Dear stomach, can you please stop feeling hungry?..." (Theo - F8T)
"Dear arms, you are cute, I like you and you, guys, help me eat..." (Guilherme - F8T)
"Dear eyes, sometimes you see things I wouldn't like to see, and sometimes, things I like very much.
Thanks for existing."
(Sofia - F8T)
Essa produção foi muito bem aceita por todos. Além de muitas gargalhadas, permitiu desafios do tamanho de cada um.

Napoleão Ficou a Ver Navios

F8
Nas F8, procuramos entender como as guerras napoleônicas se relacionam com a fuga da Família Real para o Brasil. Iniciamos com a discussão sobre o legado da Revolução Francesa e como Napoleão consolidou as conquistas burguesas da revolução.
As principais questões e contradições da figura de Napoleão Bonaparte também estiveram presentes; sua relação com os valores de liberdade e igualdade; as questões militares e econômicas e seu projeto de domínio europeu. Vimos como a disputa entre França e Inglaterra auxiliou a fuga da corte portuguesa para o Brasil.
Prosseguiremos nessa viagem desembarcando no Rio de Janeiro de 1808, para saber um pouco mais sobre nossa cidade naquela época e sobre as transformações pelas quais ela vem passando desde então.

A Guerra Fria

As F9 terminaram as discussões sobre a II Guerra Mundial com a reflexão sobre a bomba atômica lançada pelos Estados Unidos sobre o Japão, em 1945. Assistimos a um trecho de uma animação japonesa, sugerida pela aluna Yasmim, sobre os efeitos da bomba; vimos imagens e ouvimos o relato da aluna Catarina, que acabara de retornar da cidade de Hiroshima.
Refletimos sobre o fato de essa ação norte-americana já estar ligada ao que posteriormente se chamou de Guerra Fria. Tentamos entender como esse conflito se construiu, em seus aspectos econômicos, políticos e, principalmente, ideológicos.
Em imagens de propaganda, revistas em quadrinhos e trechos de filmes, vimos como a polaridade ideológica perpassou o cotidiano da época.
Finalizamos com trechos do documentário A Guerra do Vietnã, de Ken Burns, e percebemos como a paranoia anticomunista levou os Estados Unidos a essa guerra, um dos marcos históricos dos anos 60.

Geração Beat

F9
Em diálogo com as outras disciplinas, as F9 ouviram Blowin' in the Wind, de Bob Dylan. Para nossa surpresa, a música e o artista eram desconhecidos da grande maioria dos alunos.
Depois de completar lacunas na letra, os alunos pesquisaram o contexto no qual a música foi lançada, para entender as críticas presentes na obra de Dylan.
Guerra Fria, movimento estudantil, JFK e a geração beat - que influenciou os hippies nos anos 60; os punks nos anos 70; e até o movimento grunge nos anos 90 - todas essas questões frequentaram nossos estudos e questionamentos.

De Todos

Toz na Caixa Cultural

Até o dia 26/8, próximo domingo, será possível apreciar as obras de arte urbana de Tomaz Viana, conhecido como Toz, na Caixa Cultural Rio de Janeiro. A mostra apresenta trabalhos - alguns deles inéditos - que revelam os integrantes da civilização Insonia e suas influências, o desenvolvimento de sua cultura, a relação com sua história, sua genealogia e o vínculo com novas raízes. Mais informações no site da CCRJ (link).

Aniversários

De 25 a 31 de Agosto

26 Thais Araujo Figueiredo PRO
26 João Schliemann Rangel Carneiro F5T
27 Arthur Lima Storino Alves F5T
27 Lourenço Cavanellas Rebello F9M
27 Gabriel de Moura Ungier TEM
28 Eric Dias Corrêa Caverzam F6T
28 Rodrigo Gomide Goldenstein TGM
28 Danilo Rocha Rogozinski F6M
28 Julia dos Santos Moraes PRO
29 Pina R V Von Kruger de Freitas TGT
29 Cristina Rocha dos Santos AUX
30 Olívia Milliet Lisboa F5M
30 Sofia Lei Ferraz de Oliveira F1M
30 Cintia Motta Donato Vitorino AUX
31 Cecília Regis Curty Saad F1M
31 Caetano Holanda Rossi TBM
31 Helena Arteiro Bicharra Pinto TFM