Notícias de 17 de agosto de 2018 - Ano XXV

Para Todos

70 Anos de Arte e Educação

Revisitando os álbuns antigos de nossa escola, encontramos imagens que representam nosso percurso. Vamos compartilhando aos poucos essas imagens durante esse período de comemorações. As de hoje são das décadas de 50 e 60.
Agradecemos a adesão de muitos pais e professores ao Papo Aberto - O Corpo na Arte e na Educação, que acontecerá na próxima quinta-feira. Adoraríamos ter conseguido um espaço que pudesse acolher todos os interessados e pedimos desculpas aos que não conseguiram se inscrever desta vez. Na programação comemorativa dos 70 anos de nossa escola prometemos outras oportunidades, momentos de reflexão sobre temas importantes para nossa comunidade escolar e festa! Em breve divulgaremos.

Avisos Pereira

Reunião de Pais

Pereira
A presença das famílias é muito importante para que, juntos, possamos acompanhar de pertinho o percurso escolar das crianças.
Lembramos que depois das 18h não temos funcionários disponíveis para cuidar das crianças. Por isso, não é possível a presença delas durante as reuniões noturnas.
Turma da Mão (TGM) - 30/8 (qui) - 8h
Turma da Pele (TGT) - 30/8 (qui) - 18h
Turma da Barriga (TFM) - 13/9 (qui) - 8h
Turma do Esqueleto (TFT) - 13/9 (qui) - 18h
Turma do Cérebro (TEM) - 20/9 (qui) - 8h
Turma da Pupila (TET) - 20/9 (qui) - 18h
Turma do Amor (F1AT) - 27/9 (qui) - 18h
Turma do Movimento (F1BT) - 27/9 (qui) - 18h
Turma do Coração (F1M) - 4/10 (qui) - 18h

Passeio da Turma da Mão

Turma da Mão
A Turma da Mão visitará a exposição Objetos da Memória na próxima segunda-feira, 20/8. A artista Sandra Delgado, mãe de Bem, Salvador e José, nossos ex-alunos queridos que atualmente moram no exterior, clicou pessoas com seus objetos mais queridos. O lanche será normal.

Sobre as Turmas

Sentindo o Corpo

Turma do Cérebro
A Turma do Cérebro está envolvida com várias brincadeiras: dança das cadeiras, pique parede e esconde-esconde garantiram a diversão, mas teve também muito aprendizado envolvido. Ganhar e perder sendo respeitosos uns com os outros; aprender regras, assim como garantir momentos de prazer, alegria e diversão para todos, rendeu conversas importantes no grupo. Ser campeão ou campeã deixou de ser o mais importante.
Conversamos também sobre brincadeiras que não demandam tantos movimentos corporais, e sim as mãos e a voz. Popey, que Flora e Joana nos apresentaram; batata quente, que tem o desafio de passar rapidamente a bola, sem deixar cair; e passa-anel, que demandou atenção e cuidado para esconder o objeto, foram bem concorridas.
Nessa semana pra lá de animada, tivemos tempo também para acalmar o corpo com o relaxamento ao som de uma música tranquila e tecidos macios que, segundo as crianças, parecia "um carinho gostoso".

Batucada

Turma da Pupila
A Turma da Pupila está encantada pelo som do coração. As crianças ficaram radiantes ao ouvir, pelo estetoscópio, as batidas dos próprios corações.
Fizemos o "tum tum" do coração no surdo, na zabumba, no reco-reco, na maraca e no caxixi.
A garotada descobriu rapidamente que é possível, também, reproduzir o ritmo das batidas do coração utilizando o próprio corpo: estalar a língua, os dedos, bater as mãos e os pés. Depois da batucada, todos fizeram um desenho usando apenas a cor vermelha, pois "o coração é vermelho por causa do sangue".
"O coração faz som quando espirra o sangue pro corpo." (Antonio Bento)
"O som do coração é o sangue passando nele." (Malu)
"Se o coração não fizer barulho a pessoa morre." (Nina C.)
"O coração faz barulho para amar as pessoas." (Inácio)

Passeio e Samba no Pé

Turma da Barriga
A Turma da Barriga enveredou pela a história do samba e conheceu personagens importantes: Tia Ciata, Donga, João da Baiana, Pixinguinha; e os traços inconfundíveis de Heitor dos Prazeres.
Depois, fomos à exposição Rio do Samba, Resistência e Reinvenção, no Museu de Arte do Rio. As crianças se movimentaram, aprenderam mais sobre o samba, conheceram outros personagens e reencontraram aqueles que já conheciam. Receberam - e cumpriram - uma missão: encontrar as obras de Heitor dos Prazeres. Aprenderam sobre os instrumentos da roda de samba e, ao som do pandeiro, sacudiram a poeira! Samba da Minha Terra, de Dorival Caymmi, e Canta, Canta, Minha Gente, de Martinho da Vila, que a amiga Joana "puxou", fizeram a meninada soltar a voz e o corpo.
"Adorei tocar pandeiro!" (Paula e Rafaela)
"Gostei de conhecer o João da Baiana, que tocava samba com prato e faca." (Helena)
"Eu gostei dos quadros do Heitor dos Prazeres." (Miguel)
"Gostei de tocar surdo no museu." (Ana B.)
"Eu gostei mais de ir ao museu e sambar lá." (Julia)
"Eu gostei de fazer as escritas sobre o samba." (João J.)
"Gostei de batucar." (Joana, Alice, Laura, Lara)
"O passeio foi legal." (Pedro)
"Eu gostei de ir pro passeio de ônibus." (Nicolas)
"Adorei aquele corredor que tem o som dos instrumentos, onde a gente dançou." (Vicente)

Encontros

Turma do Esqueleto
A Turma do Esqueleto e a Turma da Pele se reuniram para uma conversa recheada de aprendizado. As crianças ficaram empolgadas com as novidades e com uma vontade danada de pesquisar ainda mais a pele. Antes de iniciar a pesquisa, registramos no blocão o que cada um lembrou desse bate-papo:
"A nossa pele tem três camadas." (Lara)
"O nome dessas camadas são epiderme, derme e hipoderme." (Diego)
"A pele nos protege dos germes." (João)
"A melanina dá a cor da nossa pele." (Lori)
"Quem tem mais melanina tem a pele mais escura e quem tem pouca melanina tem a pele mais clara." (Alice)

Primeiras Pesquisas

Turma da Mão
Na segunda etapa do levantamento do repertório prévio das crianças da Turma da Mão, agora sobre o funcionamento dos elementos presentes na cabeça, criamos uma caixa de perguntas, tais como "Por que lembramos de tantas coisas?" "De onde vêm minhas ideias?"
As respostas deveriam ser dadas através de desenhos.
"A gente lembra o que a gente fez. O cérebro guarda pra gente lembrar."
"As ideias vêm do cérebro. A pessoa pensa, pensa, pensa e aí vem a ideia!"
Começamos a pesquisar o cérebro, sua anatomia e as muitas funções que ele exerce. Materiais trazidos pelas crianças, assim como histórias, imagens e vídeos, vêm ampliando nossos conhecimentos.
Ouvir as explicações dos amigos e confrontar hipóteses têm sido um exercício muito rico. Novas perguntas nortearão mais pesquisas dessa turma curiosa.

Corre Cutia

Turma da Pele
"Corre cutia
na casa da tia.
Corre cipó
na casa da vó..."
A Turma da Pele demonstrou interesse pelas parlendas, que estão trazendo a criançada ao centro desse esse universo lúdico, onde se exercita a memória e a interação.

Cruzadinha

F1
Inauguramos a Cruzadinha, mais um recurso para os alunos perceberem encontros consonantais, o uso do ch e do nh, entre outras questões típicas dessa fase do letramento.
O exercício de descobrir qual é o bicho e marcar as letras que faltam motivou as F1 a refletir sobre a própria escrita, ampliando suas hipóteses.
Na Turma do Amor, a ótima ajudante Valentina tirou dúvidas dos amigos e fez no quadro a verificação da tarefa.

Na Sala de Ciências

F1
O Livro dos Sentidos, de Ricardo Azevedo, vem proporcionando boas reflexões em torno do novo projeto das F1 - Superpoderes: os Sentidos.
O primeiro capítulo relaciona-se à audição. Fizemos um experimento para investigar os sons produzidos por copos de vidro com diferentes quantidades de água colorida. Os estudantes identificaram os sons como forte/fraco e fino/grosso, relacionando-os às quantidades de água dos copos, e brincaram com o corpo, associando movimentos de levantar e abaixar ao ouvir um som grave ou agudo.

The Very Hungry Caterpillar

F1
As F1 conheceram uma história divertida sobre a metamorfose de uma lagarta comilona em borboleta: The Very Hungry Caterpillar, do escritor e ilustrador Eric Carle, narra a semana de uma lagarta ávida por guloseimas.
As crianças se familiarizaram com o vocabulário referente a dias da semana, frutas e números, através de jogos orais e de memória. (How many fruits did the caterpillar eat on Tuesday? Find four strawberries in our classroom! Where are the oranges?)
Registraram um reconto no caderno, com muito capricho, e brincaram com um bingo de cores, frutas e quantidades.

Sentidos no Jardim Botânico

F1
As F1 fizeram um passeio ao Jardim Botânico e produziram registros coletivos e individuais.

"A Turma do Amor foi passear no Jardim Botânico para explorar os sentidos. Visitamos o Jardim Sensorial e, quando entramos, o Rafael leu uma placa que falava dos nossos cinco sentidos; ela também estava escrita em braille.
A gente tentou adivinhar o nome das plantas usando o olfato, o tato e a visão. Descobrimos o manjericão, o alecrim, o coração magoado, a barba de serpente, a cavalinha, o pelo de urso, a costela-de-adão, a espada-de-são-jorge, a hortelã e a salsa.
Seguimos caminhando e chegamos na cachoeira. Ouvimos o som da água correndo pelas pedras e subimos numa trilha bem perto da floresta, ouvimos o som dos pássaros, da cachoeira e de uma máquina.
Caminhamos até o lago e observamos ao redor para escolher uma paisagem para desenhar. Usamos prancheta e lápis. Depois, brincamos com os binóculos e com bambolês que preparamos para o passeio, eles faziam a paisagem ficar colorida.
Fomos lanchar e quando acabou o lanche, brincamos no parquinho. Foi superdivertido!
Voltamos para o ônibus e chegamos na escola. Foi uma tarde muito legal."

(Texto coletivo - Turma do Amor)

Na Turma do Coração as crianças fizeram registros individuais para o caderno de Projeto:
"Nós chegamos num lugar que podia mexer, cheirar e ouvimos o som do rio." (Cecília)
"Eu gostei mais do lanche e do desenho de observação." (Sofia).
"Eu ouvi o rio de olhos fechados." (Rafael Van Der Put).
"Nós caminhamos até o lago e vimos a capivara." (Joana)

Dança e Música

Chuva É Batucada!

TGs e F1
Um dia de chuva virou uma frase, que virou um ritmo, que virou uma batucada e que está virando uma composição coletiva das F1 e TGs!
A partir da frase abaixo, estamos criando um arranjo inspirado pela rítmica encontrada nas palavras. A voz, o corpo e os instrumentos estarão presentes.
"Chuva que chove
Sem parar
Vai molhando
O Humaitá"

Alfabeto Corporal

F1
Aproveitando o interesse das F1 pelas letras e pela construção das palavras, trouxemos o alfabeto corporal do livro Dançar e Sonhar: a Didática do Balé Infantil, de Wanda Bambirra, para brincar nas aulas de Dança.
Experimentamos fazer com o corpo cada letra do alfabeto. Em seguida, em pequenos grupos, nossos alunos listaram palavras ligadas ao Projeto. Nas próximas semanas formaremos com o corpo essas palavras e prometemos informar por aqui o resultado da nossa escrita corporal.

De Todos

Na Corda Bamba na Travessa

Na Corda Bamba (link) é um site especializado na curadoria de livros infantis. Bella, professora da F4T e autora do site, estará neste sábado na Livraria da Travessa de Botafogo dando dicas, lendo histórias e ajudando crianças e adultos na escolha dos livros para a infância. O evento acontecerá das 11h às 13h. Não percam!

Aniversários

De 18 a 24 de Agosto

18 Beatriz Barros Guedes F1AT
18 Olivia Lazoski Libanio TAM
18 Theo Cox Daflon TET
18 Helena Lazoski Gonçalves F1M
18 Priscilla de Almeida da Silva AUX
19 Leticia Siqueira da Costa Marques F5T
19 Jade Domingues de Moura AUX
21 Theo Colker Assunção Fulgêncio F3T
21 Daniel Hoette Mack TCM
21 Rafael Filgueiras Chiminazzo TFM
21 Felipe de Carvalho Rabha Ruiz TEM
22 Antonio Lacombe Romano Vaz Moreira F7T
22 Breno Padilha Borges dos Santos F9M
23 João Augusto de Lucena Telles TGM
24 Vicente Pereira Pertersen Duarte F4T
24 Leo Borensztein F1M
24 Sofia Jobim E Souza Borges da Silva F7M
24 Gabriel Obón Echavarren F9M