Notícias de 16 de setembro de 2016 - Ano XXIII

Para Todos

Nova Cobrança

Fomos obrigados a passar nossa cobrança para cobrança registrada. Optamos por fazer a nova implantação no Itaú. Como a mudança gerou problemas, os boletos que não foram pagos foram reemitidos com vencimento prorrogado para o dia 24/9. Os boletos serão enviados pelo Itaú por email ou correio.
Caso não recebam até o dia 22, favor entrar em contato com a Escola para pedir segunda via e verificar seu cadastro.

Festival Visões Periféricas

No dia 21/9, às 18h30, o projeto Cine Debate Educação e a Escola receberão o 10º Festival Visões Periféricas 2016. Através de cinco curtas, entre ficções e documentários, assistiremos a filmes sobre maioridade penal, homofobia nos estádios de futebol, feminismo no rap, militância política e cultural de jovens nas periferias e olhar infantil da favela. Será uma boa oportunidade para conhecer quais são as visões da periferia sobre a sociedade e o mundo. Além disso, teremos a presença dos diretores dos filmes exibidos. Não percam! Confiram a programação:
www.facebook.com/events/1238306719564029.

Inscrições Abertas

Alunos de F5 a F9 já podem fazer as inscrições para o Sarau com os alunos de F8.
As bandas devem ser formadas por alunos da Escola, mas podem ter integrantes de fora, convidados.

Jogos da Sá Pereira

Na semana do dia 26/9 faremos jogos durante os recreios. Estimulados pelos jogos olímpicos e paralímpicos, idealizamos algumas competições de futebol, dodgeball, vôlei sentado, salto em distância e totó. As equipes são formadas misturando alunos de F6 e F7 e de F8 e F9. Na semana que vem divulgaremos a lista das equipes e o cronograma dos jogos no mural da Escola.

Olhares da Juventude

Nesta quarta-feira, ocorreu mais uma sessão do Cine Projeto Sá Pereira, com a presença de quarenta e um participantes. Sob o contexto do projeto Nós: Saber Conviver, Saber Cuidar, assistimos aos vídeos do IV Festival de Curtas da Sá Pereira e refletimos sobre os muitos olhares da juventude para os direitos humanos. Os estudantes abriram a roda de conversa e com muita propriedade falaram de suas escolhas para os argumentos de suas produções. Trouxeram também outras possibilidades de abordagem dos direitos humanos no cinema e dividiram o que pensam e sentem sobre questões sociais e políticas em voga. Temas como feminismo, machismo, sexualidade, desigualdades sociais e raciais permearam as reflexões.
Contamos ainda com a participação das debatedoras convidadas, a psicanalista Maria Corrêa e a professora e pesquisadora Adriana Fernandes. Ambas discutiram os conteúdos dos filmes com o público presente, aproveitando os discursos dos estudantes, e provocaram mais reflexões. Conversamos sobre a construção da sexualidade; a relação entre tradição e modernidade; os relacionamentos pessoais e interpessoais; a importância de diálogos interculturais, intergeracionais e da escuta atenciosa ao outro; o impacto das tecnologias na vida e nas formas de sociabilidade do mundo contemporâneo. Foi uma noite de importantes trocas de experiências, ideias e pensamentos.

Reunião de Pais

F6, F7, F8 e F9

Nossa intenção é trazer questões relativas ao fechamento do ano. A família que quiser antecipar algum assunto para elaborarmos a pauta será muito bem-vinda.
Procurem a Orientação Pedagógica.
F6 - 29/9 (qui), às 19h30.
F7 - 29/9 (qui), às 18h.
F8 - 6/10 (qui), às 19h30.
F9 - 6/10 (qui), às 18h.

Ensino Fundamental II

Leitura e Biblioteca

A meninada das F6 se dedicou a levar adiante a campanha Conheça a Biblioteca Parque. Preparou textos, socializou com os amigos, visitou as outras turmas, montou mural na biblioteca da Escola. O que saltou mesmo aos olhos por ocasião da visita à Biblioteca Parque foi a questão da acessibilidade, do direito à leitura. Na entrada da Escola também expuseram parte de suas reflexões sobre o prazer de ler. O que é necessário, afinal, para uma leitura prazerosa? Foi essa a provocação inicial.

Como se Formam as Nuvens?

A água será o principal tema de pesquisa e aulas de Ciências das F6 neste trimestre. Já discutimos ciclos e a formação das nuvens com uma experiência que nos mostrou os estados e as fases da água. Foi uma atividade enriquecedora. Os alunos contribuíram com muitos fatos importantes para o nosso estudo.
Precisaremos conhecer as propriedades da água e como ela flui pelo Planeta. Só assim compreenderemos como pode ser tão abundante em umas regiões e escassa em outras.
Abordaremos também as resoluções publicadas pela ONU sobre o assunto, para investigar o que é o direito a essa substância essencial para a vida.

Direito à Água

Nas aulas de Geografia, as F6 iniciaram o estudo do direito à água problematizando o acesso à água potável e ao saneamento. A partir de um documento oficial da ONU, refletimos sobre os usos e a importância dos recursos hídricos para a sociedade e para a economia dos países. Estabelecendo relações com os trabalhos de Ciências, analisamos vídeos e ilustrações sobre fenômenos que abordam a dinâmica da água na natureza e o impacto das intervenções humanas.

Mapas Mentais e Afetivos

Setembro será mês especial de leitura. As F6 estão terminando a leitura compartilhada de O Livro Selvagem e as F7 estão dedicadas aos livros que escolheram antes de saírem de férias. O combinado é que a leitura esteja concluída até o final do mês e que os alunos preparem um mapa mental e afetivo dos percursos percorridos nesse processo de construção de sentido e também do sabor que a leitura teve. A ideia é que o mapa possa dar conta, pelo menos em parte, dos percursos de cada um. Os estudantes já receberam material com instruções. Temos aberto espaço nas aulas de Português para esclarecimentos e discussão de possibilidades.

Cartografia dos DH

O que é ter direito a ter direitos? Como a Geografia pode contribuir para entender a questão? Ao expor os caminhos de pesquisa que realizaremos nas F7, iniciamos estudos exploratórios sobre o que são reforma urbana e reforma agrária e identificamos problemas que acometem nossa população na cidade e no campo. Para provocar reflexões, analisamos o projeto Cartografia dos Direitos Humanos de São Paulo. Assistimos a filmes e reconhecemos quais lutas sociais são apresentadas no projeto. Discutimos o que provoca as lutas sociais, como se desenvolvem e o que os grupos que reivindicam direitos podem realizar. Como tarefa, analisamos trechos da Constituição brasileira sobre os direitos sociais.

Bem-vinda, Poesia!

As F7 levam para casa o Informe Literário, repleto de delírios verbais. Os textos são resultado de nossa primeira conversa, ainda do segundo trimestre, em torno de um dos conteúdos formais deste ano: verbos. É isso mesmo! Começamos brincando, mas já de olho na poesia. Afinal, os poemas serão nosso material de estudo e fruição no último trimestre. A inspiração? Manoel de Barros, para quem voz de poeta é de fazer nascimentos e verbo tem que pegar delírio.
Desse primeiro momento para cá, boa parte de nossas conversas tem sido atravessada pela poesia, ainda que informalmente. O autor José Eduardo Agualusa jogou algumas sementes. Inspiradas em uma de sua crônicas e a partir do conhecimento de alguns leitores e poetas vivendo em situação de rua, Flora, Julia e Olivia (F7T) escreveram:

DESQUERÊNCIA:
QUERER PODER
querer ter
PODER QUERER
ter querer
não precisar querer... é o que eu quero
QUERER PODER É SOLIDÃO, PODER LER É POESIA
quero não precisar me importar
QUERO NÃO PRECISAR ME ISOLAR
QUERO NÃO PRECISAR ME CALAR
mas me calo para poder observar
deito e observo as pessoas a passar, tão tristes
SEM POESIA. COM UM GRANDE MAL ESTAR,
ME CONSIDERO ATÉ COM SORTE
por essa desquerência
que toma conta de mim
ME LIVRANDO DA SOFRÊNCIA
Querer ler é minha vontade
TER JÁ NÃO É MAIS
não quero colecionar mas quero saber
vivo em harmonia com os livros e a sabedoria
mesmo não tendo nada para mim, isso é tudo:
OS LIVROS E A POESIA

Saúde e População

Saúde e população: como estes temas se relacionam nos estudos geográficos? Para compreender isso, as F8 analisaram trechos da Constituição brasileira e refletiram sobre qual seria o conceito amplo de saúde. Aprofundaram a discussão com base num documento da Fundação Oswaldo Cruz e avaliaram informações da Pesquisa Nacional de Saúde de 2010. Por fim, assistiram a filmes e produziram textos sobre a situação da saúde de diferentes estratos sociais brasileiros.

O Texto Dramático

No terceiro trimestre, as F8 estudarão o texto dramático. Começamos o exercício de análise e apropriação com uma cena da peça Um Homem É um Homem, de Bertolt Brecht. Utilizaremos esse texto como modelo para adaptação de cenas do romance 1984, a serem encenadas, em grupos, pelas turmas. Trabalharemos também cenas do Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, para temperar com sotaque nordestino nosso estudo desse gênero.

Leitura das F8

Após 1984, que nos exigiu bastante fôlego, escolhemos uma leitura um pouco mais leve para o terceiro trimestre. Leremos Uma Escuridão Bonita, do angolano Ondjaki, Ed. Pallas. A história da descoberta do amor por dois adolescentes nos dará ocasião para, mais uma vez, discutir as formas de conviver e cuidar, além de descobrir o sabor dos vários usos da língua e suas variações. Começaremos a leitura no fim de setembro.

Thiago de Mello

Nas aulas de Teatro, as F9 começaram a experimentar diferentes formas de interpretar o poema O Estatuto do Homem, de Thiago de Mello. Em grupos, os alunos criaram pequenas encenações para cada estrofe e também levaram para casa a tarefa de pesquisar uma breve biografia do autor e o contexto político da época em que o poema foi escrito.

Leitura das F9

As F9 estão finalizando o trabalho com o Diário da Queda. Este livro nos permitiu trabalhar o gênero memórias, sobre o qual nos debruçaremos no terceiro trimestre, produzindo textos nesse formato. Para aprofundar o trabalho, leremos uma coletânea de contos e poemas em torno da memória. O trabalho com essas formas breves nos permitirá analisar melhor o efeito estético da concisão, que temos discutido. A seleção visa a estimular a produção de fragmentos de memória pelos alunos, o que gerará o trabalho final para a Feira Moderna, em novembro. A coletânea incluirá tanto autores clássicos quanto contemporâneos: Jorge Luis Borges, Julio Cortázar, Franz Kafka, Conceição Evaristo, João Guimarães Rosa, Annita Costa Malufe e Ana Cristina Cesar. Começaremos a leitura no fim de setembro.

O Indivisível

As F9 iniciaram o estudo da Química considerando o fenômeno do aquecimento global e do uso da radiação no mundo globalizado. Começamos analisando a evolução do conceito do átomo, desde os gregos, com a menor porção indivisível da matéria, até os modelos do final do século 19 e início do 20, com Bohr e Rutherford. Utilizamos um simulador do site PhET que monta e modela átomos, para buscarmos a diferença entre as partículas prótons, nêutrons e elétrons.

Apresentação Adiada

A quebra nos ensaios, nas férias, foi mais significativa para a finalização do trabalho de Teatro das F7 do que imaginávamos. Vamos precisar de um tempinho a mais para a conclusão das cenas. Buscando respeitar o tempo dos alunos, resolvemos adiar a apresentação para terça-feira, 4/10. F7M às 8h e F7T às 16h30. Contamos com a compreensão das famílias. Os alunos que já tiverem providenciado o figurino podem experimentá-lo na aula da próxima sexta-feira.

De Todos

Historinhas

Nossos alunos Pedro Campello (F8M), Julia Sawyer (F7T), Norah Iglezias, Theo Iglezias e Mateus Ribeiro (F4M) participam como atores da peça teatral Historinhas, dirigida por Sura Berditchevsky, e convidam todos os amigos e professores para prestigiá-los. Com um elenco formado por 26 crianças e adolescentes, o espetáculo reúne seis histórias clássicas, contadas de forma contemporânea: Pequeno Herói da Holanda, A Tartaruga e a Lebre (inspirada na fábula de Esopo), A Boneca (inspirada em um poema de Olavo Bilac), A Galinha Ruiva, Por Favor e As Estrelas do Céu.
No palco, as crianças se misturam com projeções dos irmãos Vilarouca enquanto são embaladas por músicas dos Beatles, executadas por estudantes de música do antigo projeto Villa Lobinhos, selecionadas e produzidas pelo diretor musical Rodrigo Belchior. No Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, Av. Marquês de São Vicente, 52 - lj 371, às 16h. Sábados, domingos e feriados.

Workshop de Teatro

A Cia Sura Berditchevsky de Teatro Infantil inicia o projeto Historinhas - Levar à Cena Espetáculos de Qualidade, com textos clássicos da literatura e dramaturgia infantil através de linguagem contemporânea. Crianças e adolescentes atuando para crianças e adolescentes. O segundo espetáculo da companhia resultará desse segundo workshop, que terá a duração de seis meses com estreia prevista para março de 2017, em temporada no Teatro Vannucci, Shopping da Gávea. Mais informações: 2554-7359 e 98725-5517. Sauer Danças - Espaço Artes, Rua Lopes Quintas 576, Jardim Botânico.

Galileu Galilei

Lisiane, mãe da Rafaela (F8T), indica a peça A História de Galileu Galilei, com direção de Daniel Herz. O espetáculo ficará em cartaz de 21/9 a 15/12. Terças, quintas e sábados, no Museu da Vida, na Fiocruz, em Manguinhos. Informações: 2590-6747 e www.museudavida.fiocruz.br.

Ópera João e Maria

As Escolas de Música, Belas Artes e Comunicação da UFRJ convidam nossos alunos para assistir à ópera João e Maria. As apresentações serão nos dias 12, 15 e 16/10, às 16h, e nos dias 13 e 14/10, às 14h30, no Salão Leopoldo Miguez, Escola Nacional de Música da UFRJ, Rua do Passeio 98 - Centro. Entrada é franca.

Suipa

A Sociedade União Internacional Protetora dos Animais, mais conhecida como Suipa, que abriga cerca de quatro mil animais (cachorros, cavalos, gatos...), está precisando de ajuda. Com o falecimento da sua presidente, a conta bancária da instituição ficou um período bloqueada, por conta de burocracias legais. Contribua doando rações, jornal, papelão e potes de sorvete vazios. A Yasmim (F8T) recolherá as doações durante a próxima semana.

Aniversários

De 17 a 23 de setembro

17 Bianca da Mata Pestalozzi F5M
18 Amodini Trindade Pederneiras F7M
18 Julia Mautner Palmeira de Paula F3T
18 Mariano Azeredo Tupinambá F8M
18 Nina Fendt Fajardo F3M
19 Frederico Martins Tucherman F4T
20 Liz Mel do Couto Silva Goulart F7M
21 Hanah Zagarodny F8M
21 Ana Beatriz Merquior Tardin Pinheiro F9M
21 Isadora Martins Ordine F2T
22 Cecilia Vila Maior Teixeira F5T
22 Maria Luiza Guolo Borges Janela F1T
23 Julieta Arruda Varoni de Castro F6M
23 Malu Vidal Pessoa TDT
23 Renata Regazzi Avelleira Teixeira PRO