Notícias de 13 de maio de 2016 - Ano XXIII

Para Todos

Cine Debate - Maio

Educação na cidadania ou para a cidadania? Qual é o papel da juventude na política, hoje? No dia 18/5, às 18h30, teremos mais uma sessão do projeto Cine Debate Educação, para discutir a escola como espaço de direitos e deveres. Assistiremos a um filme sobre movimentos de estudantes no Chile e em São Paulo e conversaremos com professores, estudantes, pais e mães envolvidos com a ocupação de escolas no Rio de Janeiro. Mais informações neste link.

Aconteceu no Cine Debate

No Cine Debate Educação de abril discutimos a importância do diálogo como prática cotidiana na escola. Com a presença de trinta e cinco pessoas, assistimos ao filme Promessas de um Novo Mundo e trocamos muitas ideias, pensamentos e experiências numa roda de conversa bem rica. Diferentes questões foram levantadas pelo público, destacando a urgência de uma escola pautada no diálogo, seja nas relações sociais, seja nas práticas educativas. Além disso, tivemos a oportunidade de pensar sobre as múltiplas escalas da vida em que o diálogo, o cuidado com o outro e a convivência são importantes para superar a cultura do medo, da violência e da vingança. O filme nos trouxe muitas provocações para pensar o tema e analisar a questão do diálogo num contexto político e econômico tão hierarquizado e desigual. Para qualquer tentativa, é preciso superar essa desigualdade e buscar o fazer junto e o aprender em conjunto, compartilhando saberes.

Fechando a Gincana

Durante as aulas de Matemática, revisitamos alguns desafios da Gincana. O resultado do problema sobre consumo de papel higiênico é: 8.316km. Nesta semana, os vencedores do Turno da Manhã foram desfrutar do Yogoberry com os professores, na hora do lanche, como prêmio da atividade. Por causa de passeios, o Turno da Tarde irá na próxima quarta-feira.

English Grammar

Neste ano estamos utilizando o Grammar Book, cujas unidades são apresentadas de acordo com as competências que se espera atingir do sexto ao nono ano. Os tópicos gramaticais incluem a revisão de temas já estudados e novos objetivos a serem alcançados a cada trimestre. Utilizamos também as fichas Keep in Mind para trabalhar os novos conteúdos. Com a adoção do livro de gramática, podemos ampliar e aprofundar as habilidades já adquiridas pelos alunos.

Reunião de Pais

Plantões de F7 e F9

Os Plantões de Professores de F7 e F9 serão no dia 19/5, das 18h às 20h50.
O atendimento é por ordem de chegada e tem a intenção de aproximar pais e professores, esclarecendo dúvidas e buscando estratégias a partir do que foi pontuado no boletim.
Caso os quinze minutos não sejam suficientes ou as questões exijam maior aprofundamento, agendem um horário com a Orientação. Os que desejarem um encontro com os professores de Artes precisarão marcar hora na Secretaria com antecedência (até o dia 16/5).

Ensino Fundamental II

Encontro de Culturas

Nas aulas de Música, as F6 estão iniciando um projeto que vai durar muitas semanas: Encontro de Culturas. Vamos trabalhar com esse tema buscando aproximar as turmas das músicas portuguesas da época das grandes navegações, africanas (em especial do golfo da Guiné) e indígenas brasileiras. Vamos ouvir, cantar, tocar e conversar sobre repertórios relacionados a esses contextos. Acreditamos que conhecer as maneiras que diferentes culturas têm de se relacionar com a música é fundamental para construir uma aproximação respeitosa e consciente.

Contrapalavras.

Nas aulas de Português, conhecendo fragmentos da carta de Pero Vaz de Caminha, algumas estudantes da F6M se animaram para fazer uma versão do povo que aqui já vivia.

"Toda noite, nós, os índios, torcíamos para que o sol voltasse para nos abençoar. Mas naquela manhã foi diferente. Junto com o sol surgiram canoas gigantes...
Na manhã de 22 de abril de 1500...
- Papai, o que vem ali junto com as ondas?
- São seres de sua imaginação, meu filho.
- Mas são gigantes! E de madeira também.
- Aghhhhh!! É verdade!
- Cacique, cacique! Preparem-se!!
De repente, todo o nosso povo estava em volta de seres gigantes. Então, de dentro deles saíram monstros peludos e branquelos que gritavam coisas emboladas. É, chegaram falando coisas estranhas, palavras que ninguém conhecia. Seriam espíritos maus ou especiais?
- Terra firme! Sua Alteza Dom Manoel vai gostar! Encontraremos muitas riquezas!
Não nos perguntem, não sabemos mesmo o que nada disso significa. Bom, começaram a nos olhar de um jeito... são bem diferentes de nós. Cobriam sempre todo o corpo, nunca descobriam, não iam no rio tomar banho, muitos tinham cabelos na cara.
Os branquelos nos chamaram, entramos naquele tronco gigante. Eles comiam umas bolinhas vermelhas com cocarzinhos verdes, chamavam de moooo, muuuu, não sei falar! Meu companheiro provou, cuspiu e acertou em um deles que estava sentado numa espécie de tronco enfeitado. Tinha também um outro homem com cabelo cor de banana, ele trazia um bicho que fazia cococó, parecia um pássaro, mas bem feio, e não voava. E, o pior, podiam comê-lo! Bleeeeeaghh! Ofereceram, mas eu não quis. Podia ser veneno. E pior que o de cobra!
Pois é, invadiram a nossa terra com aquelas coisas horríveis que chamam de... armas. E mataram. Sem falar das tantas doenças que trouxeram e contagiavam o nosso povo porque não tínhamos ervas e frutas e rituais para afastar espíritos tão maus. No fim, grande parte de nosso povo não aguentou e partiu para o céu, viraram estrelas que brilhavam em tenra escuridão e junto com Jaci."

(Julieta, Luiza e Maiara)

Saramago, um Grande Desafio

Após a leitura e uma conversa em torno de O Conto da Ilha Desconhecida, as F6 tiveram um desafio e tanto: revelarem o que o Saramago não contou. A atividade foi realizada em duplas ou trios. A ideia era escolher um momento da história para "se meter", criando uma passagem, mas construindo um encaixe que fosse "perfeito", ou seja, sem perder o fluxo da narrativa, entrar no texto e depois sair certinho para que o autor continuasse contando. Difícil, mas a meninada estava cheia de vontade de criar, contar, e depois dividir com os amigos.

O Grande Irmão Está de Olho em Você

As F8 começaram a discutir o livro 1984, de George Orwell, escrito nos anos quarenta. Refletimos sobre a dimensão de tempo da ficção científica, que sai do tempo cronológico e racional para tratar do tempo presente sob uma perspectiva crítica. No mundo controlado de 1984, ideias e emoções são cerceadas por ministérios e instituições organizadas em torno da figura do Grande Irmão, cujos olhos estão em toda parte. No livro, a vigilância serve a um governo totalitário, no qual os direitos à liberdade e à privacidade não existem. Nosso guia nesse mundo é Winston Smith, funcionário do Ministério da Verdade, que não se ajusta a esse mundo bárbaro e frio. Iniciamos as discussões a respeito da nossa convivência com câmeras, redes sociais e reality shows. Até que ponto a exposição da vida privada é uma escolha, atualmente?

Trilhas e Outros Sons no Cinema

Além da trilha sonora, que outros sons podemos perceber quando assistimos a um filme? Foleys, efeitos, dublagens, som direto e som ambiente foram alguns dos assuntos que permearam as aulas de Música das F9 das últimas semanas. Os alunos aprenderam sobre os diversos sons presentes nas produções audiovisuais e poderão, em breve, utilizar esses conhecimentos nas produções próprias. Estamos todos nos tornando espectadores e ouvintes mais atentos e conscientes.

Basquete no Flamengo

Os alunos da F9M que estavam trabalhando com o basquete nas aulas de Educação Física foram ao Clube de Regatas do Flamengo conhecer a escola de basquete do clube. Guiados pelo professor Márcio Torres, os alunos fizeram uma aula e um jogo treino ao final.

Conclusão das Leituras

Após o fechamento das Avaliações do Primeiro Trimestre, retomamos os trabalhos de literatura nas F9. A F9M tem percebido melhor a estrutura caleidoscópica da narrativa de Crônica de uma Morte Anunciada, de Gabriel Garcia Marques, e a F9T tem visto as semelhanças entre o médico e o louco na novela Enfermaria nº 6, de Anton Tchekhov .
Nesta semana, a F9T montou uma exposição das ilustrações feitas para o poema Recuperação da Adolescência, de Ana Cristina Cesar, no mural de entrada da Biblioteca. Nas próximas semanas, serão encaminhados trabalhos de conclusão das leituras.

F9 no ORT

Na próxima semana, as F9 falarão com mais detalhes sobre a visita e as atividades que desenvolveram no laboratório de biotecnologia do colégio.

Aniversários

De 14 a 20 de maio

14 Henrique Cymbalista Acselrad TDT
15 Iara Lucas Martins de Castro F8M
15 Bruno de Assis Tramujas F9M
16 Yuki Kodama Flexor F1T
17 Rosilea Rangel Santos Pereira AUX
17 Branca Grinberg-weller F9M
17 Isabel Côrtes Tarre de Oliveira TAM
19 Murilo Pinheiro Maia de Lucena F7T
19 Antonia Pitanga do Amaral Peixoto F2M
20 Matias Ferraz Sussekind F7T